Gestão e Qualidade, Política | 20 de novembro de 2018

Porto Alegrte ganha mais 205 leitos com abertura do Hospital Santa Ana

Estrutura 100% SUS servirá como retaguarda para outros hospitais
Porto Alegrte ganha mais 205 leitos com abertura do Hospital Santa Ana

Porto Alegre ganhou 205 leitos hospitalares com a conclusão das obras do Hospital Santa Ana (Hospital Espírita) na zona Sul da Capital (Bairro Teresópolis). O projeto foi anunciado em agosto de 2017 e os primeiros 28 leitos destinados para adolescentes e jovens do sexo masculino com dependência química, foram inaugurados em agosto de 2018. A cerimônia de entrega das demais áreas aconteceu na manhã de terça-feira (20).

Retaguarda

Segundo a Prefeitura de Porto Alegre, o Santa Ana é considerado pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS) como o hospital dos hospitais, pois vai servir de retaguarda para outras instituições, direcionando mais vagas para atendimento de alta complexidade. O prefeito Nelson Marchezan Júnior lembra das dificuldades que o município enfrenta, mas sem deixar de investir na área. “Saúde tem que ser tratada de forma séria. Poderão faltar recursos para buracos, capina ou outras demandas, mas a saúde é nossa prioridade. Vamos superar as dificuldades com inovação, mudança e gestão”, diz o prefeito.

Hospital_Santa_Ana_Aerea

 

Reversão da tendência de redução de leitos

Com a entrega, Porto Alegre reverte a tendência de redução de leitos hospitalares, conforme informações da Prefeitura. Entre 2015 e 2017, foram fechados 262. Nos últimos dois anos (2017 e 2018), porém, foram abertos 338 novos leitos. Foram 66 no Hospital Vila Nova, 18 no São Pedro, 49 no Hospital da Restinga e, agora, 205 no Santa Ana, conforme destaca o secretário municipal de Saúde Erno Harzheim. “Estamos aumentando leitos nas áreas que mais precisam de vagas, pensando naqueles que mais necessitam. Apesar da crise, as prioridades na saúde estão sendo alcançadas”, enfatiza.

Parceria com mantenedora do Mãe de Deus

Fruto de parceria entre a prefeitura e a Associação Educadora São Carlos (Aesc), mantenedora do Hospital Mãe de Deus, o Santa Ana atende 100% pelo Sistema Único de Saúde (SUS). São 56 leitos de saúde mental, 56 de longa permanência, 83 clínicos (60 deles de Retaguarda Clínica para Pronto Atendimentos e Emergências) e 10 leitos em Unidade de Terapia Intensiva (UTI). A Aesc investiu R$ 43 milhões na instituição, incluindo a obra e os equipamentos. O custeio mensal do hospital está estimando em R$ 5,2 milhões (R$ 3,2 milhões Aesc + R$ 1 milhão município + R$ 900 mil incentivos). A presidente da Aesc, irmã Elena Ferrarini, destaca que o local vai proporcionar atendimento “humano e de qualidade para quem mais precisa.”

Pesidente da Aesc irmã Elena Ferrarini

Pesidente da Aesc irmã Elena Ferrarini

xxxxx

Com a nova unidade, calcula-se mais de 600 internações mensais reduzindo a ocupação de hospitais de grande complexidade. O centro médico terá também à disposição tomografia, ecografia e exames de imagens ambulatoriais, que serão oferecidos para toda a rede de saúde. Serão ofertadas 1775 consultas em reabilitação e 1377 exames ambulatoriais por mês.

Desospitalização

 Além dos leitos e dos serviços de reabilitação, o Santa Ana também contará com uma equipe do Melhor em Casa, para otimizar o processo de desospitalização. O Programa, conduzido pela prefeitura, possibilita o acompanhamento domiciliar de pacientes que precisam de cuidados e que podem ser efetuados por familiares com a supervisão de uma equipe multidisciplinar, mas que não necessitam de hospitalização.

Também participaram da cerimônia o vice-prefeito, Gustavo Paim e demais autoridades da Prefeitura de Porto Alegre, vereadores e membros da gestão da Associação Educadora São Carlos.

Tomografo_Santa_Ana
Santa_Ana_Interna
 Com informações PMPA. Edição Setor Saúde. Fotos: Jefferson Bernardes/PMPA e Cristine Rochol/PMPA.

VEJA TAMBÉM

Série Especial

As ações do Hospital Moinhos de Vento contra a Covid-19

O Portal Setor Saúde apresenta, a partir de hoje, 7, dia mundial da saúde, como importantes instituições estão se preparando para lidar com os casos: Grupo Hospitalar Conceição (GHC), Hospital Moinhos de Vento, Hospital Mãe de Deus/AESC, Hospital Ernesto Dornelles, Hospital Divina Providência, Hospital São Lucas da PUC-RS, Hospital de Caridade Dr Astrogildo de Azevedo (Santa Maria), Hospital Tacchini (Bento Gonçalves), Hospital Virvi Ramos (Caxias do Sul), Hospital Santa Lucia (Cruz Alta), Hospital São

As ações do Grupo Hospitalar Conceição para o enfrentamento da COVID-19

O Portal Setor Saúde apresenta, a partir de hoje, 7, dia mundial da saúde, como importantes instituições estão se preparando para lidar com os casos: Grupo Hospitalar Conceição (GHC), Hospital Moinhos de Vento, Hospital Mãe de Deus/AESC, Hospital Ernesto Dornelles, Hospital Divina Providência, Hospital São Lucas da PUC-RS, Hospital de Caridade Dr Astrogildo de Azevedo (Santa Maria), Hospital Tacchini (Bento Gonçalves), Hospital Virvi Ramos (Caxias do Sul), Hospital Santa
covid-19

Exclusivo: Como hospitais gaúchos lidam com o aumento de casos da Covid-19 no RS

O aumento rápido do número de casos de Covid-19 (doença causada pelo novo coronavírus) se apresenta como um enorme desafio para os sistemas de saúde do mundo. No Brasil, de acordo com estimativas do Ministério de Saúde e de diversos estudos, serão meses com grande e crescente número de casos da doença. Com o crescimento e a necessidade de