Mundo, Tecnologia e Inovação | 8 de janeiro de 2015

Japão autoriza medicamento inovador para psoríase

Clareamento da pele em 70% dos pacientes nas primeiras 16 semanas
Japão autoriza medicamento inovador para psoríase

O Ministério da Saúde, Trabalho e Previdência Social do Japão aprovou no final de 2014 o fármaco Cosentyx (secukinumab), para o tratamento de psoríase e artrite psoriática em adultos. É o primeiro país a liberar a droga desenvolvida pela Novartis. O medicamento faz parte da lista de medicamentos de destaque para lançamento neste ano publicada no primeiro dia do ano.

O Cosentyx  bloqueia a ação da IL-17A, uma proteína que é encontrada em altas concentrações na pele afetada pela psoríase e essencial para o desenvolvimento de doenças inflamatórias.

A Novartis destaca que em ensaios clínicos para a psoríase, com cerca de quatro mil pacientes, 70% conseguiu um total ou quase total de clareamento da pele nas primeiras 16 semanas de tratamento. Os resultados foram ainda melhores com o tratamento continuado, em um total de 52 semanas.

Nos testes para artrite psoriática o Cosentyx teve eficácia, na comparação com placebo, na melhora dos sintomas em 20%, conforme os critérios padrões estabelecidos pelo American College of Rheumatology.

Ao longo de 2015, a droga deve chegar a outros mercados. Em novembro de 2014 um parecer positivo do Comitê de Medicamentos para Uso Humano da Agência Europeia de Medicamentos recomendou o Cosentyx como tratamento de primeira linha para pacientes com psoríase moderada a grave na Europa. No início do corrente ano, está prevista a aprovação do medicamento pela Food and Drug Administration (FDA), nos EUA. No Brasil, ainda não há qualquer previsão de lançamento.

VEJA TAMBÉM