Gestão e Qualidade | 1 de junho de 2020

Conheça 6 protocolos do Hospital São Lucas da PUC-RS para garantir atendimento seguro aos seus pacientes

Diretor Leandro Firme detalha dados e ações durante a pandemia
Conheça os 6 protocolos do Hospital São Lucas da PUC-RS para garantir atendimento seguro aos seus pacientes

O Portal Setor Saúde, em parceria com a Federação dos Hospitais e Estabelecimentos de Saúde do RS (FEHOSUL), lançou uma série especial de entrevistas com gestores das instituições de saúde, onde são destacadas as novas rotinas adotadas pelos hospitais durante a pandemia da Covid-19 (doença causada pelo novo coronavírus). São abordadas também algumas consequências danosas associadas à pandemia, entre as quais a suspensão das cirurgias, exames diagnósticos e consultas eletivas, com impactos significativos tanto para a sustentabilidade econômico-financeira das instituições de saúde, como para a preservação da saúde dos pacientes. Na sexta entrevista,  entrevistamos o diretor-geral do Hospital São Lucas da PUCRS, Leandro Firme.


O presidente da FEHOSUL, médico Cláudio Allgayer, explica que “o objetivo é alertar os pacientes sobre a necessidade de manterem os seus tratamentos e de não protelarem a ida à emergência em casos graves. Nossos hospitais criaram fluxos independentes de atendimento, separando aqueles com Covid-19 e os demais, dentre outros protocolos de segurança. Com as entrevistas, queremos demonstrar as ações que estamos implementando para os pacientes tenham a confiança de que os hospitais são locais extremamente seguros e comprometidos com a qualidade do atendimento. A série vem demonstrando os perigos em não procurar o atendimento adequado no momento certo, principalmente em casos de urgência, como derrame ou isquemia cerebral.”


Desfechos clínicos que poderiam ser evitados 

O Hospital São Lucas da PUCRS observou a tendência semelhante ocorrida em vários hospitais do mundo, que passaram a registrar quedas nos atendimentos de emergência, causadas pelo medo e temor das pessoas em se dirigirem aos hospitais. Estes dados podem indicar que os pacientes, receosos em ir ao hospital, acabam sofrendo mais, e pior, podem estar se automedicando, camuflando por algum momento a sua dor. Ao não buscarem o diagnóstico e o tratamento correto, no momento ideal, as chances de complicações podem aumentar consideravelmente.


Leandro Firme cita dois casos recentes que chamaram a atenção – em um dos casos, o agravamento devido ao atraso quase levou o paciente a óbito. “Evidenciamos dois casos recentes em diagnósticos com hemorragia digestiva que, pelo retardamento da procura por atendimento emergencial, chegaram com quadros agravados necessitando de maiores recursos de atendimentos, como transfusão sanguínea. Um dos pacientes citados quase evoluiu a óbito”, relata.


Queda de mais de 70% na emergência, e 50% no geral

O diretor-geral diz que as quedas nos atendimentos superaram os 50% em todos os serviços em relação a média histórica dos anos anteriores, com variação importante nas cirurgias eletivas (que registraram queda de 63%) e nos atendimentos de urgência e emergência (queda de 70%).

De acordo com Firme, o São Lucas da PUC-RS tem observado uma movimentação “tímida e gradativa” em cirurgias eletivas após a liberação dos procedimentos pelo Governo do RS. “Desde a liberação das cirurgias eletivas, evidenciamos um aumento no agendamento dos procedimentos cirúrgicos de aproximadamente 20%”, afirma.

Entretanto, o diretor-geral ressalta que não foi identificado aumento na procura nos atendimentos de urgência e emergência.

HSL_Pucrs

Seis medidas de segurança

O diretor do São Lucas diz que, desde o início da pandemia, o Hospital instituiu uma Comissão Permanente, liderada pela equipe de Epidemiologia, para acompanhar e apoiar na definição dos novos fluxos e rotinas de atendimento. Ele cita as seis medidas principais adotadas pela instituição. 

Adoção de fluxos específicos e direcionamento de equipes exclusivas para atendimento dos pacientes com sintomas respiratórios, além de fluxos separados para os pacientes sem sintomas, ou seja, que procuram o hospital por outras necessidades de saúde; 

Todas as pessoas que circulam pelo Hospital, recebem máscara de proteção e são orientadas quanto a higienização das mãos; 

Os acessos para os exames passaram a ser exclusivos; 

As agendas dos exames e ambulatório foram reorganizadas e espaçadas de modo a garantir que não haja aglomerações nas salas de espera, assim como os ambientes sejam organizados e desinfetados a cada atendimento realizado;

 As precauções de higienização dos ambientes são constantes ao longo do período de funcionamento; 

As orientações para o distanciamento de 2 metros estão sendo mantidas, conforme orientações do Ministério da Saúde.

O Centro Cirúrgico passou a ter, no máximo, três cirurgias agendadas por sala, durante cada turnocom o intervalo de 1h entre a chegada dos pacientes no hospital para as devidas medidas de higienização.

Além disso, o diretor-geral salienta que, diariamente, em dois horários (pela manhã e no fim da tarde) são divulgados no site da instituição (e demais canais internos) boletins sobre os números de atendimento e evolução dos casos suspeitos e confirmados no Hospital.

O São Lucas não recebe pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), para casos de Covid-19. O acordo com a prefeitura de Porto Alegre tem foco no atendimento de outras patologias. “Destacamos que o Hospital São Lucas da PUC-RS não é referenciado pela Secretaria Municipal de Saúde para atendimento dos casos de Covid-19, dispondo de estrutura segura e qualificada para os atendimentos médicos de suporte a outras doenças e necessidades de saúde não relacionadas ao coronavírus”, finaliza.


Série especial: leia as entrevistas já publicadas

Hospital Mãe de Deus estabelece novas rotinas para garantir atendimento seguro a todos os seus pacientes (27/05): Rafael Cremonese

Hospital de Caridade de Erechim vive nova realidade em meio à pandemia do coronavírus (28/05): Claudiomiro Carus

O perigo em não procurar o atendimento adequado no momento certo (Hospital Moinhos de Vento, 29/05): Luiz Antonio Nasi

Hospital Divina Providência e as ações para garantir a saúde dos pacientes não Covid-19 durante a pandemia (30/05): Willian Dalprá

Como o Hospital Tacchini vem atuando para garantir atendimento seguro a pacientes Covid e não Covid (31/05): Roberta Pozza

Conheça 6 protocolos do Hospital São Lucas da PUC-RS para garantir atendimento seguro aos seus pacientes (01/06): Leandro Firme

Hospital São Vicente de Paulo de Passo Fundo alerta para que pacientes não interrompam seus tratamentos (02/06): Cristine Pilati Pileggi Castro e Júlio César de Bem.

Santa Casa identifica aumento significativo de complicações em pacientes não Covid-19 em função de procura tardia (03/06): Ricardo Kroef

Pacientes não Covid-19: Hospital Santa Lúcia ressalta riscos da procura tardia por atendimento (04/06): Fernando Pedroso

Diretora do Hospital Virvi Ramos de Caxias do Sul detalha impactos da pandemia (05/06): Cleciane Simsen

Hospital Conceição aponta queda de atendimentos de AVC e infarto durante a pandemia: (06/06): Rafael Ribeiro

Como o Hospital Clínicas vem atuando para atender pacientes Covid e não Covid com segurança (07/06): Brasil Silva Neto e Jeruza Neyeloff

VEJA TAMBÉM

Hospital de campanha junto ao Hospital Dom João Becker completa um mês de funcionamento em Gravataí

O hospital de campanha montado junto ao Hospital Dom João Becker  completa seu primeiro mês de funcionamento na sexta-feira (10). O local de aproximadamente 400 metros quatros é referência para todos os pacientes com sintomas gripais e respiratórios no município de Gravataí, na Grande Porto Alegre. Segundo a instituição hospitalar, mais de 1,5 mil pessoas já foram atendidas e cerca de 80 foram internadas. A estrutura temporária conta com central de triagem, quatro consultórios, sala de medicação,

Jorge Bajerski fala sobre ensinamentos e o papel do Hospital de Clínicas de Porto Alegre na pandemia

O  Hospital de Cínicas de Porto Alegre (HCPA) é uma das instituições de referência para tratamento da Covid-19 no Rio Grande do Sul. Para abordar como a instituição está agindo para enfrentar o coronavírus, a Faculdade de Tecnologia em Saúde (Fasaúde/IAHCS) promoveu a Live O Hospital de Clínicas de Porto Alegre e a Covid-19, com

Santa Casa de Porto Alegre lança primeira ferramenta do mundo que detecta prescrições fora do padrão

A Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre, por meio de seu Centro de Inovação, em parceria com a NoHarm.ai, desenvolveu dois algoritmos de automação para triagem farmacêutica. As duas inteligências trabalham em conjunto. Enquanto a primeira prioriza as prescrições mais críticas, a segundo indica potenciais erros da prescrição, levando em consideração os resultados dos exames do paciente, o