Empregabilidade e Aperfeiçoamento | 11 de outubro de 2021

O futuro da fisioterapia está onde o paciente estiver

Em artigo a fisioterapeuta Laura Severo da Cunha, CEO e fundadora da Luthier, destaca a necessidade de se ampliar as competências dos profissionais
O futuro da fisioterapia está onde o paciente estiver

A fisioterapeuta Laura Severo da Cunha, CEO e fundadora da Luthier, aborda o papel do fisioterapeuta, que ganhou ainda mais importância e visibilidade com a Covid-19. A especialista salienta ainda que é fundamental ampliar as competências destes profissionais para além do conhecimento técnico e aplicar na saúde os novos modelos de negócio dos demais setores da economia. Confira o artigo completo:

O futuro da fisioterapia está onde o paciente estiver

Neste dia 13 de outubro, comemora-se o Dia Nacional do Fisioterapeuta. Uma profissão que, apesar dos 52 anos de legalização, ganhou notória visibilidade no período da pandemia, por conta de seu papel fundamental na assistência aos pacientes Covid, da emergência ao domicílio. É uma área com aumento natural da demanda por conta da tripla carga de doença, onde se somam as doenças crônicas limitantes e agudas, ao baixo padrão de atividade da população e às causas externas, como os acidentes, frequentes no mundo contemporâneo.

Os fisioterapeutas são profissionais de primeiro contato, que atuam em todos os níveis de atenção à saúde, da habilitação à reabilitação. A atuação deste profissional acontece na atenção domiciliar, em clínicas e hospitais públicos e privados e também em serviços e espaços multidisciplinares de saúde. O futuro dessa profissão passa por compreender e adaptar-se às mudanças sociais constantes que atingem o paciente, o mercado, o profissional e a própria prestação de serviços. As tecnologias, a participação do paciente no processo de saúde, tanto determinam quanto oportunizam o repensar dos formatos de prestação e modelos de serviço de fisioterapia, hoje regulamentados para o atendimento também à distância.

É fundamental ampliar as competências destes profissionais para além do conhecimento técnico e aplicar na saúde os novos modelos de negócio dos demais setores da economia. Quando o Instituto Health Care Improvement (IHI) apresenta o conceito do Quadruple Aim, ou Metas Quadruplas, traz como objetivo central a necessidade de modelar o sistema de saúde para uma melhor performance.

Sendo assim, a educação permanente dos profissionais em temas como inovação, empreendedorismo, novas tecnologias e tecnologias humanas são caminhos necessários para a geração de soluções criativas e modelos disruptivos de atuação. Mais do que nunca, a utilização adequada dos recursos, a humanização do cuidado, a atenção com o profissional e melhores níveis de saúde da população, são objetivos que devem estar integrados.

Nesta perspectiva, a Luthier Inovação em Reabilitação, reúne pelo quinto ano profissionais de Fisioterapia e grandes especialistas na inovação no país no Lab Luthier 2021. Entre os temas que serão debatidos estão os desperdícios da saúde, qualidade e segurança do paciente e design estratégico aplicado à saúde. Na programação da edição de 2021, o Lab terá a participação de uma referência nacional em novas economias, tecnologias e novos humanos – Lígia Zotini, pesquisadora de Futuros e fundadora do Voicers, ecossistema digital de educação para tendências futuras e tecnologias.

Eventos multidisciplinares e com temas transversais como esses permitem a ampliação da visão de futuro, das competências profissionais, da criação de rede de colaboração e, sobretudo, a promoção de ambientes profícuos que justificam os encontros após o isolamento. Assim, acreditamos ser possível desenvolver capacidade adaptativa para enfrentar os desafios que estão por vir e colocar-se onde o paciente estiver.

Laura Severo da Cunha, CEO e fundadora da Luthier, fisioterapeuta e PhD na área de Educação em Saúde 



VEJA TAMBÉM

Hospitais Tacchini e Sírio-Libanês iniciam parceria em residências médica e multiprofissional

Os hospitais Tacchini, de Bento Gonçalves (RS), e Sírio-Libanês, de São Paulo (SP), iniciam em novembro a parceria na formação dos 40 preceptores que vão comandar as residência médica e multiprofissional da instituição gaúcha. O primeiro dos cinco encontros programados será presencial e ocorrerá entre os dias 25 e 27 de novembro, no Campus Universitário da
cuidado integral

Atletas virtuais do bem: Dasa lança campanha gamificada no Novembro Azul

A gamificação vem se popularizando nas empresas. O setor de Recursos Humanos registrou, em 2020, a maior taxa de crescimento no mercado de gamificação, com aumento de 27,8% (Prescient & Strategic Intelligence, 2020). A Dasa vem utilizando essa estratégia para incentivar, de forma divertida e dinâmica, seus colaboradores quanto ao autocuidado e o cuidado com o próximo. Como parte do programa Dasa Cuida, o Desafio +30 foi lançado para conscientizar os colaboradores sobre a prevenção ao câncer de próstata. Na ação, que
Gestão de pessoas

ABRH-RS entrega prêmios Top Ser Humano 2021 ao CCG Saúde

O CCG Saúde  recebeu dois prêmios da Associação Brasileira de Recursos Humanos (ABRH-RS) na edição do Top 2020-2021, em cerimônia realizada na noite de quarta-feira (24). Os troféus foram conquistados na categoria Top Ser Humano, com os cases “Somos Pessoas de Valor: inovação e humanização como trajetória de transformação” e “Cuidando de quem cuida: nossa trajetória de