Gestão e Qualidade | 28 de dezembro de 2018

Hospital Tacchini dribla dificuldades e comemora resultados alcançados em 2018  

Superintendente Hilton Mancio anuncia áreas que receberão investimentos no próximo ano
Hospital Tacchini dribla dificuldades e comemora resultados alcançados em 2018  

A inadimplência do setor público, as longas negociações para um novo modelo de remuneração poderiam alimentar um sentimento de frustração para o Hospital Tacchini, de Bento Gonçalves. Porém, conquistas recentes como a Recertificação Hospitalar, pela Organização Nacional de Acreditação (ONA), aliadas às perspectivas de novos investimentos fazem com que a instituição pense positivamente sobre o futuro, como conta o superintendente executivo, Hilton Roese Mancio, sexto entrevistado da série especial de final de ano do Portal Setor Saúde, que conta com a participação de 14 executivos de hospitais do Rio Grande do Sul.  O Hospital Tacchini integra o Tacchini Sistema de Saúde, do qual fazem parte o Hospital São Roque (Carlos Barbosa/RS), Plano de Saúde Tacchimed, Farmácia Tacchimed e Casa de Repouso Elisa Tramontina.

Investimentos realizados

O superintendente executivo afirma que Tacchini realizou investimentos em infraestrutura, processos, tecnologia da informação, nas áreas de gestão e de pessoas. E os investimentos trouxeram um grande resultado: a conquista da Recertificação Hospitalar pela ONA. O Tacchini começou a dar os primeiros passos em busca da qualificação em 1992. Em 2004, a instituição recebeu a primeira Certificação da Acreditação Hospitalar Nível I. Dois anos depois, em 2006, conquistou a Certificação de Acreditado Pleno – Nível II; e, em 2009, chegou a conquista no nível máximo – Acreditado com Excelência – Nível III.

Os investimentos realizados ajudaram a melhorar os resultados assistenciais, como aponta Mancio. “E também o reconhecimento das comunidades atendidas pelas melhorias, como destaque o novo Centro Obstétrico, integrante do Projeto Parto Adequado, além de importantes ações do Instituto do Câncer, levando à comunidade informações sobre prevenção”, salienta.

Os resultados alcançados têm um forte gosto de vitória, pelos percalços econômicos que a instituição enfrentou. “A área econômica foi dura, com aumento da inadimplência do setor público e a grande defasagem da remuneração praticada pelo SUS, o que acaba por limitar outros avanços para a área da saúde”, analisa o superintendente executivo.

Mancio salienta que o desenvolvimento e estímulo à novas lideranças sempre é um desafio, principalmente em uma instituição com projetos de expansão e crescimento, como é o caso do Tacchini.

Prontuário sem Papel adotado pelo Hospital Tacchini evita o corte de mais de 200 mil árvores em três anos

Novidades para 2019

O executivo destaca o Programa da Medicina Preventiva, disponível há mais de 15 anos para os associados do Plano de Saúde Tacchimed.  O “Medicina Preventiva” do Tacchini é composto pelo Serviço da Medicina Preventiva, Serviço de Assistência Domiciliar à Saúde (SADS) e o Serviço de Vacinação. O atendimento é realizado de maneira individual ou em grupos, de acordo com as características das doenças.

“[O Programa] está em constante adaptação ao momento e de olho no futuro de nossa comunidade. Em 2019, será inaugurada uma nova unidade, novas instalações, ampliando assim a atividade de gestão de vidas”, ressalta Mancio.

Para 2019, outras ações de melhoria para o atendimento do cliente serão intensificadas. O superintendente adianta algumas delas:

Melhoria das recepções,

Novas unidades de farmácia,

Ativação de estrutura de Inteligência de Mercado, e

Projetos de longo prazo, como o aperfeiçoamento da linha de cuidado ao idoso, com ampliação de serviços.

Expectativa quanto aos novos Governos, nas esferas Estadual e Federal

Hilton Mancio tem a expectativa de ver o crescimento do PIB e, consequentemente, a melhoria da economia do país. Para os Governos Estadual e Federal, a expectativa do superintendente executivo é de aumento da eficiência de seus processos, e melhor organização das redes de atendimento. “Há uma pressão sobre os hospitais para que resolvam os problemas de saúde do SUS. As instâncias de governo, com frequência, pressionam tentando extrapolar as obrigações estabelecidas em contrato. Com relação a parte econômica, não há como manter mais um ano sem reajuste de tabelas. Esperamos que o governo apresente um plano para os próximos anos de como resolverá o assunto. O tema simplesmente não é tratado. Também a inadimplência onera com custos financeiros absurdos as instituições de saúde. Pagar em dia é o mínimo que se espera”, enfatiza.

Mensagem de final de ano para o setor da saúde

“Temos um compromisso com nossa comunidade que vai além de nossas responsabilidades. Precisamos fazer isto. Precisamos reforçar nossas entidades representativas para juntos mudarmos o cenário atual.  Acredito muito na força do trabalho em equipe. Desejo a todos as pessoas que atuam na saúde um Feliz Natal e um 2019 de esperança. Neste setor nós não trabalhamos, temos uma vocação. Um forte e fraterno abraço a todos”, finaliza.

Hilton Mancio

Hilton Roese Mancio atualmente exerce a Superintendência Executiva da Associação Dr. Bartholomeu Tacchini, tendo nos últimos 19 anos atuado em funções de direção em grandes empresas do setor saúde e outros 11 anos de experiência em funções gerenciais nas áreas de logística, projetos, administrativa, qualidade e gestão de unidades de negócios. Possui formação em Administração de Empresas pela PUCRS com especialização em Gestão da Qualidade, Dinâmica de Grupo, MBA em Gestão Empresarial pela Fundação Dom Cabral e Post-MBA Program Leadership and Marketing – Kellogg Graduate School of Management.

Confira as entrevistas já publicadas e as datas de publicação das próximas

Dezembro

21 – Mohamed Parrini (Hospital Moinhos de Vento)

22 – Fernando Pedroso (Hospital Regional Santa Lúcia – Cruz Alta)

23 – Fábio Fraga (Hospital Mãe de Deus)

26 – Ângela Perin (Hospital Dr Astrogildo de Azevedo – Santa Maria)

27 – Odacir Rossato (Hospital Ernesto Dornelles)

28 – Hilton Mancio (Hospital Tacchini – Bento Gonçalves)

29 – Sérgio Baldisserotto (Hospital São Lucas da PUC-RS)

30 – Ilário Jandir de David (Hospital São Vicente de Paulo – Passo Fundo)

Janeiro

2 – Nadine Clausell (Hospital de Clínicas de Porto Alegre)

3 – Claudiomiro Carus (Hospital de Caridade -Erechim)

4 – Antônio Quinto Neto (Hospital Banco de Olhos)

5 – Ricardo Minotto (Hospital Divina Providência)

6 – Cleciane Simsen (Hospital Virvi Ramos – Caxias do Sul)

7- Adriana Acker (Grupo Hospitalar Conceição)

VEJA TAMBÉM