Gestão e Qualidade | 9 de março de 2019

FEHOSUL completa 30 anos com uma trajetória de luta e conquistas 

Para o futuro, entidade aposta em ações que entreguem mais valor para a sociedade
FEHOSUL completa 30 anos com uma trajetória de luta e conquistas 

Uma das entidades pioneiras de representação dos estabelecimentos prestadores de serviços de saúde do Brasil, a FEDERAÇÃO DOS HOSPITAIS E ESTABELECIMENTOS DE SERVIÇOS DE SAÚDE DO RIO GRANDE DO SUL (FEHOSUL) completa no dia 9 de março, 30 anos de atuação. Constituída por 11 sindicatos filiados, a entidade mantem papel importante para a melhoria da saúde no Estado.

“ O Rio Grande do Sul é reconhecido pela qualidade de seus hospitais, clínicas, laboratórios e por formar uma mão de obra que se destaca no mercado nacional. Ao longo da sua trajetória, a FEHOSUL e seus sindicatos contribuíram para ajudar os hospitais de ontem a se tornarem referências em qualidade assistencial e de gestão, buscando sempre, defender a sustentabilidade como elemento de ampliação da oferta de serviços de qualidade para a sociedade. Temos a certeza de que nossa missão vem sendo cumprida, o que se reflete na ponta do processo: pacientes atendidos de forma humanizada e com resolutividade pelos estabelecimentos de saúde que fazem parte da nossa rede de associados e representados”, destaca Cláudio Allgayer, presidente da entidade.

Presidente da FEHOSUL, Dr. Cláudio José Allgayer

Presidente da FEHOSUL, Dr. Cláudio José Allgayer

xxx

Colaboração e sentido de união

Ao longo da atuação da FEHOSUL, Cláudio Allgayer relembra que “as reuniões da FEHOSUL, com os principais executivos [CEOs e Superintendentes] sempre foram compostas por uma participação, colaborativa, ajudando a forjar um conhecimento único e altamente aplicável para a adoção de boas práticas de mercado. Lembro, sempre, de vermos em nossas reuniões concorrentes trocando ideias e abrindo o seu conhecimento para o outro. Esta é a essência de nossa entidade, a cooperação e o sentido de integrar um movimento maior de mudança. Acredito que este é o combustível da nossa entidade e resume o motivo de defendermos tanto a união em prol da saúde gaúcha. Os grandes líderes que pela FEHOSUL passam ou passaram são parte integrante da simbologia que é fazer parte do nosso Sistema”, assegura Allgayer.

Lideranças em encontro da FEHOSUL, que contou com palestra do presidente e diretor executivo da FEHOSUL

Lideranças em encontro da FEHOSUL

xx

Agenda 2020 

A FEHOSUL é uma das entidades responsáveis por promover as reuniões do grupo técnico da Câmara Temática da Saúde. O relatório é entregue para os gestores públicos, com propostas e estratégias para a saúde. Em 2018, o presidente da entidade entregou o material em mãos ao então candidato e atual presidente eleito, Jair Bolsonaro, em evento realizado em Porto Alegre.

Formando lideranças 

A FEHOSUL se notabiliza por entregar resultados em áreas como a educação e formação de líderes. “Nestes 30 anos, ajudamos na formação de lideranças que atuam nas principais redes de saúde do Estado e do Brasil, assim como em empresas da indústria da saúde. Através de cursos e eventos, a entidade se tornou um centro de excelência para o mercado. A FEHOSUL promoveu e incentivou várias estratégias nesta área, como o primeiro curso de pós-graduação em Administração Hospitalar, o evento Sul Saúde, missões internacionais e mais recentemente o maior evento de tendências e inovações em saúde, o Seminários de Gestão”, explica a Gerente de Relacionamento com o Mercado da FEHOSUL, Shirlei Gazave.

Seminários de Gestão: Os filiados da FEHOSUL têm acesso aos principais conteúdos de gestão, tecnologia e inovação em saúde através do principal evento da saúde gaúcha. A FEHOSUL, juntamente com o Sindihospa e Associação dos Hospitais do RS (AHRGS) discute as principais tendências do setor, com conteúdos exclusivos trazidos por executivos de destaque da saúde nacional. Já participaram do evento lideranças como:  Paulo Chapchap (CEO Hospital Sírio-Libanês), Jorge Moll (Presidente do Conselho de Administração da maior rede de hospitais privados do país, a Rede D´Or São Luiz)Henrique Sutton de Sousa Neves (Diretor Geral do Hospital Albert Einstein)Mohamed Parrini (Superintendente do Hospital Moinhos de Vento), Alceu Alves da Silva (Vice-presidente MV Sistemas ), Fernando Torelly (Diretor Executivo do Hospital Sírio-Libanês)Paulo Hoff (principal oncologista do Brasil, da Rede D´Or São Luiz), Jaderson Costa da Costa (Instituto do Cérebro/PUCRS), Nadine Clausell (Hospital de Clínicas de POA), dentre tantos outros.

Veja todos os vídeos com entrevistas do Seminários de Gestão. 

publico_seminario_30

Executivos, CEO´s, Superintendentes, autoridades e profissionais da saúde são presença constante no Seminários de Gestão, promovido pela FEHOSUL, Sindihospa e AHRGS

XX

Incentivo à Acreditação e Certificação de Qualidade e Segurança do Paciente

QUALIS-RS, outro projeto pioneiro desenvolvido pela FEHOSUL, qualifica a gestão e a prestação de serviços na área da saúde do Rio Grande do Sul, fundamentado em pilares do Sistema Brasileiro de Acreditação ONA e de práticas relativas às ações de Segurança do Paciente, conforme preceitos da RDC 36 da ANVISA e dos padrões de qualidade e segurança adotados pelo Ministério da Saúde.

No primeiro ano do projeto, Ciclo I (2017/2018) cinco instituições filiadas conquistaram a Acreditação ONA. O Ciclo II (2018/2019) já está em andamento.

 Leia matéria com os executivos das instituições acreditadas.

O Projeto tem um conjunto de características que contribuem para o seu sucesso, dentre elas: corpo técnico especializado; condições efetivas de implantação de desenvolvimento de práticas para ações de Segurança do Paciente; planejamento e implementação de planos e ações para a promoção das condições para a Acreditação ONA e participação de várias entidades e organismos locais no financiamento do Projeto, tornando-o mais acessível.

Presentes ao evento do QualisRS em Porto Alegre

Presentes ao evento do QualisRS em Porto Alegre

xxx

Defesa e ações junto ao IPE-Saúde, SUS e na Saúde Suplementar

IPE-Saúde: No RS, a FEHOSUL é integrante do Grupo Paritário do IPE-Saúde composto por representantes do mercado, que deliberam sobre questões importantes para a saúde do RS. O IPE-Saúde possui cerca de 1 milhão de beneficiários, atendendo servidores públicos e seus familiares. Dentre as ações da FEHOSUL, estão a busca por reajustes, pagamentos dos valores devidos atrasados e negociações em relação a novos serviços oferecidos aos beneficiários, além de ações judiciais para reverter abusos ou condições que impactem a sustentabilidade dos prestadores.

Operadoras de planos de saúde: Assim como ocorre em relação à atuação junto ao IPE-Saúde, a FEHOSUL atua na defesa dos interesses de seus filiados no âmbito da saúde suplementar. Destacam-se ações contra abusos de poder econômico, desvalorização dos serviços e situações que envolvem glosas (não pagamento de atendimentos, medicamentos, materiais ou taxas cobradas pelas empresas prestadoras). Mantem canal de interlocução e reuniões periódicas com operadoras líderes de mercado.

Negociação política com governos e entidades: No RS, solicita audiências com governo estadual e prefeituras, além de secretarias municipais de saúde de todo o Estado, buscando alterar condições desfavoráveis para os seus filiados.

CNSaúde: Através da CNSaúde, desenvolve ações junto a órgãos como Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), Anvisa e Ministério da Saúde. Como entidade representativa de terceiro grau, possui canal direto com o Governo Federal, Câmara dos Deputados e Senado, sendo responsável por propor demandas do setor patronal da saúde. Adicionalmente, desenvolve grupos de estudos (em Porto Alegre e em Brasília) para avaliar condições de mercado que posam auxiliar em um melhor relacionamento com as operadoras e SUS – para hospitais, clínicas e laboratórios. Uma das recentes conquistas foi em relação ao Fator de Qualidade da ANS. Atendendo a uma reivindicação antiga da Confederação Nacional de Saúde (CNSaúde) e dos prestadores de serviços em geral, o Fator 85%, que significava a imposição de um deflator no reajuste anual dos serviços prestados, deixou de ser aplicado.

Futuro e remodelação do seu negócio

“ Defender os interesses de hospitais, clínicas, laboratórios e demais estabelecimentos de serviços de saúde do Rio Grande do Sul se manterá como missão da nossa entidade. Porém, é importante apostar em novas fontes de financiamento e oferecer novas áreas e serviços. Em nossos próximos encontros  iremos discutir ações de inovação e tecnologia que possam trazer vantagens para os filiados, como diminuição de custos, melhoria da gestão, assim como favorecer a entrega de valor na saúde”, explica Cláudio Allgayer.

Saiba mais sobre a FEHOSUL, seus serviços e a importância de fazer parte do Sistema.

História

Com os debates ocorridos na fase de elaboração da atual Constituição Federal, entre os anos de 1987 e 1988, os então dirigentes da Associação dos Hospitais do Rio Grande do Sul (AHRGS) verificaram que o setor patronal da saúde gaúcha, estava sub representado, em termos sindicais – existiam apenas os sindicatos de hospitais de Porto Alegre e de Pelotas – e nessa época o RS contava com 333 municípios, contra os 497 atualmente. Por outro lado, a nova Carta Constitucional, que estava sendo redigida, concedia aos sindicatos uma maior abrangência de atuação no marco da reconquista das liberdades consagrada no Estado Democrático de Direito.

O primeiro sindicato constituído sob este movimento foi o Sindicato dos Hospitais e Estabelecimentos de Saúde da Região Serrana, com sede em Cruz Alta, fundado no dia 17 de dezembro de 1988, que elegeu como seu primeiro presidente o médico Pedro Bandarra Westphalen, atual deputado federal e na época Diretor do Hospital Santa Lúcia.

Subsequentemente, nos três meses seguintes foram criados mais quatro Sindicatos regionais de hospitais e estabelecimentos de saúde, os quais constituíram, nos termos da legislação, o núcleo que se formatou na fundação da Federação dos Hospitais e Estabelecimentos de Saúde do Rio Grande do Sul (FEHOSUL), ocorrida a 9 de março de 1989. Atualmente, a FEHOSUL é constituída por 11 sindicatos filiados, os quais apresentam base territorial que abrange todo o Rio Grande do Sul.

Já  em 22 de março de 1994, a FEHOSUL ajudou na criação da Confederação Nacional de Saúde – CNS (hoje denominada CNSaúde). Por decisão da Assembléia-Geral Extraordinária realizada entre a Federação Nacional dos Estabelecimentos de Serviços de Saúde – FENAESS –, Federação de Hospitais do Rio Grande do Sul – FEHOSUL – e Federação dos Hospitais do Paraná – FEHOSPAR –, deu-se início ao sonho de unificar as entidades de classe de saúde, com o objetivo de criar uma representação nacional de terceiro grau do setor. Com sede em Brasília, CNSaúde é responsável por propor soluções e projetos de leis, defender os interesses dos diferentes segmentos da saúde no poder federal, Agência Nacional de Saúde Suplementar, ANVISA e outros órgãos. Atualmente a CNSaúde congrega oito Federações (FENAESS, FEHOSUL, FEHERJ, FEHOSPAR, FEHOESC, FEHOESG, FEBASE E FEHOESP) e mais de 90 Sindicatos em todo o Brasil.

Sindicatos

Os Sindicatos e seus respectivos presidentes que integram o Sistema FEHOSUL são: Sindicato dos Hospitais e Clínicas de Porto Alegre (HENRI SIEGERT CHAZAN), Sindicato dos Estabelecimentos de Serviços de Saúde de Pelotas (MAURÍCIO DE ABREU E LIMA GUIMARÃES), Sindicato dos Hospitais e Estabelecimentos de Saúde do Planalto Médio e Alto Uruguai (ANDRÉ KUHN),  Sindicato dos Hospitais e Estabelecimentos de Saúde da Grande Porto Alegre e Litoral (CLÁUDIO JOSÉ ALLGAYER), Sindicato dos Hospitais e Estabelecimentos de Saúde da Região Centro (RAFAEL SILVEIRA), Sindicato dos Hospitais e Estabelecimentos de Saúde da Região Nordeste (CLECIANE DONCATTO SIMSEN), Sindicato dos Hospitais e Estabelecimentos de Saúde da Região Serrana (FERNANDO SCARPELLINI PEDROSO), Sindicato dos Hospitais e Estabelecimentos de Saúde da Região Sul (FERNANDO DE MELLO GOMES), sindicato dos Hospitais e Estabelecimentos de Serviços de Saúde do Vale do Rio Pardo e Taquari (OZÓRIO SAMPAIO MENEZES) e Sindicato dos Laboratórios de Análises Clínicas do Rio Grande do Sul (LUIZ CÉSAR LEAL NETO).

 

Edições do Jornal dos Hospitais, desenvolvido pela FEHOSUL e AHRGS

Edições do Jornal dos Hospitais, desenvolvido pela FEHOSUL e AHRGS. A entidade, hoje, mantêm parceria com o portal Setor Saúde para divulgar as ações de seus filiados

Breno Monteiro (presidente da CNSaúde), Ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta e Pedro Westphalen

Breno Monteiro (presidente da CNSaúde), Ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta e Pedro Westphalen

 

Ministro da Saúde em 1997, Carlos Albuquerque prestigiou a abertura do Sul Saúde da FEHOSUL

Ministro da Saúde em 1997, Carlos Albuquerque prestigiou a abertura do Sul Saúde da FEHOSUL

 

VEJA TAMBÉM

INOVAÇÃO

Pesquisadores do Hospital de Clínicas e UFRGS obtêm patente de próteses de ouvido

Os pesquisadores do Serviço de Otorrinolaringologia, da Engenharia Biomédica do Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA), da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e da empresa Promm desenvolveram dois modelos de minipróteses à base de titânio, que permitem a reconstrução parcial ou total das estruturas responsáveis pela transmissão sonora na orelha média (ossículos da

Santa Casa é pioneira no RS em utilizar suporte respiratório extracorpóreo em crianças com sucesso

Durante 10 dias, uma criança de apenas três anos foi submetida ao uso de oxigenação por membrana extracorpórea no Hospital da Criança Santo Antônio da Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre. Graças ao ECMO (Extracorporeal Membrane Oxygenation), o pequeno Davi sobreviveu após uma cirurgia cardíaca complexa e delicada, realizada em janeiro, que resultou na perda da função do seu

Hospital Moinhos apresenta resultados dos Projetos UTI Visitas e Qualidade de Vida Pós-UTI

O Hospital Moinhos de Vento apresentou na sexta-feira (22), em evento realizado em Brasília, os resultados obtidos em dois estudos coordenados pela instituição: UTI Visitas, e Qualidade de Vida Pós-UTI. Ambos integram o projeto de apoio Estratégias para Segurança e Qualificação do Cuidado do Paciente Crítico – Visita Ampliada e Continuidade do Cuidado Pós-Alta Hospitalar, desenvolvido em parceria