Gestão e Qualidade, Perfil, Política | 21 de dezembro de 2016

Novo secretário da saúde promete uma política integradora em Porto Alegre

Erno Harzheim reuniu-se com 30 dirigentes hospitalares e da saúde na sede do Sindihospa 
erno

O novo secretário municipal da saúde de Porto Alegre que assumirá em janeiro – juntamente com o prefeito Nelson Marchezan Jr. -, Erno Harzheim (foto), reuniu-se com dirigentes e lideranças da saúde na sede do Sindicato dos Hospitais e Clínicas de Porto Alegre (Sindihospa) no dia 21 de dezembro. Segundo o entendimento do secretário, não existe um sistema único de saúde ou um sistema de saúde suplementar. Só existe um sistema de saúde, formado por atores filantrópicos, privados e públicos; como hospitais, clínicas e laboratórios e seus profissionais. “Serei um secretário da Saúde… visualizo como um único sistema integrado. Não vamos fazer [somente] a gestão do SUS em Porto Alegre. Vamos fazer a gestão do sistema de saúde … do ambiente público em harmonia com o privado. Nossa visão é essa: de sistema de saúde”.

O presidente do Sindicato, Henri Chazan, colocou a entidade à disposição para auxiliar nos desafios de otimização para a nova gestão. Chazan destacou o trabalho dos 15 Comitês Técnicos e do Departamento de Residenciais Geriátricos, que juntos reúnem 280 profissionais em atividades permanentes de qualificação e padronização dos serviços. Já Ricardo Minotto, vice-presidente do Sindihospa, esmiuçou os eixos estratégicos da entidade sindical patronal  para o período 2016-2019. São quatro: sustentabilidade do setor saúde; saúde como ativo social; qualificação do setor e integração entre as instituições.

Focos

O médico e professor universitário Erno Harzheim destacou que a transparência e a diminuição de estruturas sobrepostas (hoje são cerca de 6 mil funcionários na secretaria) são algumas das estratégias de modernização pensadas para a gestão na Saúde. “Vamos desenvolver ações que entreguem mais resultados para os porto-alegrenses, com foco em gestão, informação e inovação. Trabalharemos baseados em princípios como transparência, diálogo direto, acesso, cuidado centrado na pessoa e coordenação do sistema de saúde” resumiu o novo secretário.

Erno Harzheim informou que está aproveitando os dias antecedentes à sua posse para visitar instituições representativas e hospitais, e assim, ouvir as lideranças do setor. Ele fez questão de reafirmar algumas propostas de campanha de Marchezan, como ampliar o acesso da população aos serviços de saúde e a abertura de postos de saúde com maior demanda até as 22 horas.

Cerca de 30 dirigentes e lideranças do setor da saúde de Porto Alegre se reuniram com o futuro secretário Erno Harzheim

Cerca de 30 dirigentes e lideranças do setor da saúde de Porto Alegre se reuniram com o futuro secretário Erno Harzheim

 

Setor da saúde e a economia  

Acompanhado pelo vereador recém eleito Ricardo Gomes (PP), futuro Secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico  – o nome de Gomes foi divulgado poucas horas antes por Marchezan – , Erno Harzheim anunciou que o prefeito pediu atenção especial para o segmento. “O setor da saúde será visto também como um importante segmento da economia da Capital, por ser empregador de uma grande mão de obra altamente qualificada, e ainda, por ser um importante gerador de renda”, completou Erno.

Impressões

O presidente do Sistema Fehosul (da qual o Sindihospa é integrante), médico Cláudio Allgayer, concordou com o discurso do dr. Erno Harzheim. “O paciente não quer saber se quem atende é filantrópico, privado ou público. O discurso do prof. Erno soa para nós como ´música aos ouvidos´. Ele tem razão ao defender uma postura integradora, contrária ao tom ideológico, muito recorrente no setor saúde. O que vemos, muitas vezes, são ´secretarias do SUS´, um ´ministério do SUS´. O dr. Erno demonstra, acertadamente, que a saúde não pode ter visões distorcidas ou maniqueístas que a afastem de seus principais atores e, mesmo, das reais necessidades dos cidadãos, destinatários de nossas preocupações assistenciais”.

O presidente do Sindiberf, Ricardo Englert, também presente, agradeceu o convite feito pelo presidente do Sindihospa, Henri Chazan, e referendou que “é realmente necessário defender uma saúde que atue em conjunto, com filantrópicos, privados e instituições públicas. ”

De forma geral, os representantes dos estabelecimentos assistenciais de saúde de Porto Alegre mencionaram ao novo secretário algumas das dificuldades esperadas para o próximo ano. A expectativa é que o setor terá obstáculos ainda maiores do que os vivenciadas em 2016.

Ao final do encontro, Henri Chazan fez um apelo para que o secretário seja um parceiro na demanda relacionada ao reconhecimento legal da jornada 12×36. Segundo Chazan, “o modelo é defendido tanto por parte dos trabalhadores como pelo lado das empresas. Há casos, porém, em que a questão vem sendo entendida de forma equivocada no RS”, afirmou o presidente do Sindihospa.

Ricardo Minotto, Odacir Rossato, Ricardo Englert, Erno Harzheim , Henri Chazan, Ricardo Gomes e Cláudio Allgayer

Ricardo Minotto, Odacir Rossato, Ricardo Englert, Erno Harzheim , Henri Chazan, Ricardo Gomes e Cláudio Allgayer

 

Estiveram presentes Adriana Denise Acker (Grupo Hospitalar Conceição), Eduardo Sabbi (Vitális Morada Sênior), Fernando Lorenz (Diaglaser), Francisco Dias Duarte (SERDIL), Henri Siegert Chazan (Residencial Geriátrico Pedra Redonda), João Daniel Berto (Hospital Divina Providência), Jorge Avelino Santos (Clínica São José), Jorge Bajerski (Hospital de Clínicas de Porto Alegre), Mohamed Parrini (Hospital Moinhos de Vento), Odacir Rossato (Hospital Ernesto Dornelles), Ricardo Minotto (Hospital São Lucas da PUCRS), Paulo Roberto Soares (Sindihospa), Cláudio José Allgayer (Fehosul), Ibanez Filter (GHC), José Clóvis Soares (Hospital Divina Providência), José Rogério Fava (Clínica São José), Luiz Antonio Saint Pastous Godoy (Clínica São José), Mário Jaeger (Hospital Divina Providência), Marlow Kwitko (Hospital São Lucas da PUCRS), Mauro Sparta (Grupo Hospitalar Conceição), Ricardo Englert (SINDIBERF), Ricardo Gomes (Câmara Municipal de Porto Alegre), Sergio Baldisserotto (Hospital São Lucas da PUCRS), Tanira Andreatta Torelly Pinto (Hospital Moinhos de Vento) e Thiago Lopes (Departamento de Residenciais Geriátricos).

Perfil

O novo secretário de Saúde de Porto Alegre é o criador do TelessaúdeRS, que tem como objetivo melhorar a qualidade do atendimento da Atenção Primária à Saúde do SUS. Com 43 anos, também atua como professor e pesquisador no Departamento de Medicina Social da Faculdade de Medicina e no Programa de Pós-Graduação em Epidemiologia da UFRGS. Veja o currículo completo abaixo.

Erno Harzeim possui graduação em Medicina pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1998), residência médica em Medicina de Família e Comunidade pelo Grupo Hospitalar Conceição (2001), doutorado em Medicina Preventiva e Saúde Pública pela Universidade de Alicante, Espanha (2004), e pós-doutorado em Epidemiologia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2006). É professor associado do Departamento de Medicina Social da Faculdade de Medicina da UFRGS e professor permanente do Programa de Pós-Graduação em Epidemiologia da mesma instituição. Tem experiência na área de Medicina com ênfase em Medicina de Família e Comunidade. Atua principalmente nos seguintes temas: Medicina de Família e Comunidade, Epidemiologia, Atenção Primária, Avaliação de Serviços de Saúde, Telemedicina e Telessaúde, Doenças Cardiovasculares e HIV/AIDS. Reúne mais de uma centena de trabalhos científicos nessas temáticas, apresentados em eventos nacionais e internacionais, e cerca de 50 artigos publicados em periódicos científicos do Brasil e do exterior. É coordenador do TelessaúdeRS-UFRGS, núcleo de pesquisa vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Epidemiologia da UFRGS que tem como objetivo melhorar a qualidade do atendimento da Atenção Primária à Saúde do Sistema Único de Saúde (SUS).

 

* Com informações assessoria de imprensa Sindihospa e portal Setor Saúde. Fotos Sindihospa.

VEJA TAMBÉM

Proposta do I Simpósio Nacional de Doenças de Pele ganha espaço na Câmara Federal e pretende garantir direitos a pacientes

O I Simpósio Nacional “O Cenário das Doenças Crônicas de Pele no Brasil”, realizado recentemente e de forma híbrida, marcou o lançamento de mais um projeto da ONG Psoríase Brasil, o Doenças de Pele Brasil (DPB). A iniciativa busca ampliar a atuação da instituição no enfrentamento às doenças crônicas e imunomediadas da pele, como o Vitiligo, Dermatite Atópica, Urticária Crônica Espontânea, Hidradenite Supurativa e Doença Psoriásica.

Hospital Cristo Redentor inaugura nova Unidade de Internação de Traumatologia e Ortopedia

Foi inaugurada na tarde desta sexta-feira, 1º de julho, a Unidade de Internação de Traumatologia e Ortopedia do Hospital Cristo Redentor (HCR), instituição integrante do Grupo Hospitalar Conceição (GHC). A obra teve início em agosto de 2020 e contou com investimento de cerca de R$ 1,5 milhão. Com área total de 1.520 metros quadrados, a reforma da unidade

Oncologista do RS coordena comissão científica do 10º Simpósio Internacional Grupo Oncoclínicas e Dana-Farber Cancer Institute 

Pela terceira vez consecutiva, o médico gaúcho Dr. Sérgio Azevedo será o coordenador da comissão científica do Simpósio Internacional Grupo Oncoclínicas e Dana-Farber Cancer Institute, que este ano chega à sua 10ª edição. Com o tema “O Câncer não espera: cuide-se já”, o evento irá ocorrer entre os dias 22 e 24/9, em Salvador (BA), e