Gestão e Qualidade, Tecnologia e Inovação | 25 de outubro de 2021

Hospital Mãe de Deus passa a adotar procedimento inovador para tratamento da próstata

Enucleação da próstata com uso do Holmium Laser é indicada para pacientes com hiperplasia e outras condições
Hospital Mãe de Deus passa a adotar procedimento inovador para tratamento da próstata
O crescimento benigno da próstata (hiperplasia), que causa a obstrução do fluxo urinário, é a doença mais comum entre os homens depois dos 40 anos. Algumas vezes, esse aumento pode ser maior do que o suportado pelas tecnologias e soluções utilizadas tradicionalmente. Por isso, o Hospital Mãe de Deus (HMD), em Porto Alegre (RS), passou a realizar a enucleação da próstata com uso do Holmium Laser, técnica inovadora aplicada pela primeira vez em um paciente da instituição neste mês (08/10).

Conduzida pelo PhD e urologista do Corpo Clínico do HMD dr. Karlo Biolo, a cirurgia utiliza um laser de alta potência inserido através da uretra para “recortar a próstata” (enuclear o tecido aumentado). O passo seguinte é levar o tecido removido para dentro da bexiga. Em seguida, utiliza-se um aparelho chamado de morcelador piranha para aspirar o tecido deixado na bexiga, removendo-o de dentro do organismo sem realizar nenhum corte.

“Nós já fomos os primeiros no Estado a utilizar o laser verde e agora somos um dos centros pioneiros no uso do laser Holmium. O Green Light já é muito seguro e pode ser usado inclusive em pacientes anticoagulados, mas não permite atuar em casos maiores, vantagem principal do Holmium. Além disso, temos o equipamento mais avançado para extração da próstata, o morcelador piranha, da empresa [Richard] Wolf, trazendo menor risco de lesão para a bexiga”, explica dr. Biolo.

As principais vantagens do uso dessa técnica incluem a recuperação mais rápida, com menor chance de sangramento e uso de sonda e menor tempo de internação. Normalmente, o paciente tem alta em menos de 24 horas, em vez dos usuais quatro a cinco dias da técnica convencional, oferecendo menor chance de complicações imediatas e tardias.

Esse tipo de tecnologia também pode ser utilizada para tumores nos rins e pedras na bexiga ou nos rins. É voltada para pacientes particulares e parcialmente coberta por convênios.

A iniciativa contou com a participação de dois especialistas na área, Rodrigo Loureiro e Pedro Gabrich, do Rio de Janeiro. Ambos são capacitados internacionalmente na técnica e auxiliaram nos primeiros casos realizados no HMD.

LASER HOLMIUM

Indicações

Hiperplasia Prostática Benigna.


Tumores na bexiga.


Pedras nos rins ou na bexiga.

Principais benefícios

Menor chance de sangramento e de uso de sonda.


Menor tempo de internação.


Recuperação mais rápida.

Com informações Comunicação AESC/Divulgação. Edição SS.

 



VEJA TAMBÉM