Gestão e Qualidade | 26 de fevereiro de 2021

Hapvida e NotreDame fecham acordo de R$ 110 bilhões e criam gigante nacional da saúde

O CEO da Intermédica, Irlau Machado, e o da Hapvida, Jorge Pinheiro, serão co-CEOs na nova companhia
gndihapvidas

Hapvida e a Notredame Intermédica finalizaram os detalhes finais do acordo de fusão de operações e irão criar uma gigante da  saúde nacional – e uma das maiores da área da saúde no mundo – com valor de mercado de cerca de R$ 110 bilhões, de acordo com fontes ouvidas pelo site Brazil Journal. A operação das empresas verticalizadas é a maior fusão entre duas empresas brasileiras desde 2008, quando ocorreu a fusão entre Itaú e Unibanco (R$ 85 bilhões, em valores da época).

Os acionistas da Hapvida ficarão com 53,6% da nova empresa, enquanto os da Intermédica terão 47,4% e receberão R$ 4 bilhões numa ação preferencial resgatável.

Além disso, o CEO da Intermédica, Irlau Machado, e o da Hapvida, Jorge Pinheiro, serão co-CEOs da nova companhia e serão responsáveis por suas respectivas regiões geográficas.

O grupo combinado terá 84 hospitais, 280 clínicas, 257 unidade de diagnóstico e um total de 8.373 beneficiários de assistência médica e, ainda, 5.222 de assistência odontológica. A nova empresa atua com sua rede própria em 18 estados.

Saiba mais sobre as empresas e o impacto no mercado em: 

Fusão da NotreDame Intermédica e Hapvida e compra de hospital pela Dasa movimentam mercado

Unimed´s preparam estratégias de enfrentamento à possível fusão da Hapvida e NotreDame

Com informações Brazil Journal e GPMoney

 

 



VEJA TAMBÉM