Gestão e Qualidade, Tecnologia e Inovação | 29 de julho de 2021

Tecnologia NoHarm impacta mais de 11 mil vidas e gera economia de mais de R$ 1 milhão para a Santa Casa

Diretor administrativo Jader Pires salienta os ganhos assistenciais e o “custo evitado" desde a adoção da ferramenta
Tecnologia NoHarm impacta mais de 11 mil vidas e gera economia de mais de R$ 1 milhão para a Santa Casa 

Desde a sua implantação, há 12 meses, a NoHarm, plataforma com inteligência artificial que sistematiza a atuação da farmácia clínica nos hospitais proporcionou economia de recursos e uma melhora significativa na experiência do paciente, impactando em mais de 11 mil vidas, ampliando o nível de segurança e a qualidade assistencial em todos os hospitais do complexo da Santa Casa de Porto Alegre. Conforme a instituição hospitalar, a NoHarm permite detectar duplicidades, interações medicamentosas, possíveis reações alérgicas e impactos nas funções renais e hepáticas dos pacientes, identificando inúmeras oportunidades de melhorias que só foram percebidas mediante a análise sistemática da inteligência artificial.

“É claro que o impacto no processo assistencial é o ponto central na análise de todas as tecnologias que são aportadas na Santa Casa”, destaca o diretor administrativo Jader Pires, “mas, neste caso, também aliamos um importante fator econômico, um custo evitado em mais de um milhão de reais no período em que tecnologia está em funcionamento”.

Para o coordenador de Inovação da Santa Casa, Wagner Dorneles da Silva, “o grande ganho da NoHarm é o aumento exponencial das avaliações na farmácia clínica, que representa uma ampliação significativa da segurança dos pacientes. O ganho está no fato de que precisaríamos de um aumento muito expressivo no número de profissionais para obter os mesmos resultados, o que seria inviável para a instituição”, conclui.

A NoHarm.ai é um sistema que usa Inteligência Artificial auxiliando a Farmácia Clínica na tomada de decisão. O sistema se integra aos dados do hospitais e indica onde estão os potenciais erros de prescrições, aumentando a qualidade assistencial e a eficiência hospitalar. A NoHarm.ai é um Software as a Service, um sistema contrato por assinatura com pagamento mensal.

Com informações Santa Casa. Edição SS.



VEJA TAMBÉM

Artigo: “O impacto do vazamento de gases medicinais na área da saúde”

Em artigo o gerente de Produtos da Fluke Brasil, Carlos Rubim, explica como o vazamento de gases comprimidos tornou-se um problema recorrente e com sérios riscos ao ambiente hospitalar, especialmente com a pandemia. O autor ressalta a importância de fomentar a discussão sobre este tema e elenca soluções viáveis para solucionar o problema nas organizações de saúde. Leia: O impacto do vazamento de
ciência

Universidade Yale realiza evento para discutir o papel do hormônio leptina na obesidade

O Yale-Proxima Mentorship Program Workshop Series, iniciativa que busca contribuir para o desenvolvimento de habilidades e disseminar o conhecimento  para jovens cientistas, promoverá em 22 de setembro a mesa-redonda Making a Discovery: The Journey to the Leptin Hormone. A iniciativa será conduzida pelo professor Jeffrey M. Friedman, MD, PhD, especializado no estudo dos mecanismos genéticos que regulam
Dasa & NVIDIA

Estudo valida uso de Inteligência Artificial para predição de complicações da Covid-19

Imagine a possibilidade de prever, com 24 horas de antecedência, se um paciente internado com Covid-19 vai ter uma piora em seu quadro clínico e precisará ser intubado. Ou, então, se este mesmo paciente irá apresentar melhora no dia seguinte e poderá receber alta. Parece impossível em meio a uma pandemia de um vírus que apresenta variantes perigosas e atinge os pacientes de maneiras distintas, não é