Estatísticas e Análises, Mundo | 24 de novembro de 2017

Segurança em novo modelo de visitação em UTI dá prêmio internacional ao Hospital Moinhos de Vento 

Distinção foi entregue durante o Johns Hopkins Medicine International Partners Forum nos Estados Unidos
Segurança em novo modelo de visitação em UTI dá prêmio internacional ao Hospital Moinhos de Vento

O Hospital Moinhos de Vento recebeu o prêmio Award for Patient and Family Centered Care (Cuidado centrado na família e paciente) pelo estudo Efetividade e segurança em um modelo de visitação estendida na UTI para prevenção de delírio: um estudo de antes e depois. A pesquisa avaliou os resultados parciais obtidos pelo projeto UTI Visitas. A iniciativa busca aumentar o tempo de visita familiar em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs), para tornar o atendimento mais humanizado e centrado nas necessidades dos pacientes e seus familiares. A mesma foi desenvolvida pelos pesquisadores Regis Goulart Rosa, Cassiano Teixeira e colaboradores.

O prêmio foi recebido pela superintendente médica adjunta do hospital, Dra. Carisi Polanczyk, e pelo Dr. Sandro Cadaval, coordenador da Comissão de Residência Médica da instituição. No evento, foi apresentado ainda o case Measuring Outcomes in a Value-Based Health Care Mindset – The Implementation of ICHOM Standard Sets in Hospital Moinhos de Vento, trazendo a experiência da instituição na implementação de sistemas de medidas de desfechos clínicos.

O evento foi realizado pela Johns Hopkins Medicine International, com o objetivo de aproximar os afiliados com líderes e especialistas da instituição. Desde 2013, o Hospital Moinhos é afiliado à entidade norte-americana, um empreendimento de saúde global que reúne médicos e organizações. Durante os últimos quatro anos, diversas atividades foram realizadas como parte dessa colaboração, incluindo educação e treinamento, visitas técnicas e intercâmbios, eventos científicos, entre outras.

 

VEJA TAMBÉM

New England Journal of Medicine 

Nos EUA, 25% da remuneração é baseada em valor

Uma recente pesquisa do periódico New England Journal of Medicine (NEJM) em parceria com a empresa de tecnologia de dados em saúde Optum (UnitedHealth Group), apresenta alguns dados importantes para se entender as complexidades da transição do modelo de pagamento por serviço executado para o de foco em resultados ou performance. A amostra compreende 552 profissionais (com margem de erro de
OMS

Relatório da OMS evidencia uso excessivo de antibióticos pelo Brasil

A Organização Mundial da Saúde (OMS) coletou, pela primeira vez, dados sobre o consumo de antibióticos para a saúde humana em 65 países e territórios. Os resultados evidenciam amplas diferenças no consumo desses medicamentos em diversos países. O Brasil, por exemplo, demonstra média superior aos países da Europa, ocupando a liderança nas Américas. O relatório aponta grandes discrepâncias nas

Europa: 33 mil pessoas morrem a cada ano devido a infecções por bactérias resistentes a antibióticos

  O Centro Europeu para a Prevenção e Controle de Doenças (ECDC, na sigla em inglês) apresentou um estudo que demonstra o alcance decorrente das infecções provocadas por bactérias resistentes a antibióticos, principalmente em hospitais (63,5% do total). Os dados foram compilados ao longo de 2015 neste tipo de estabelecimento na União Europeia. Os autores concluíram que naquele ano 670 mil infecções