Estatísticas e Análises | 6 de março de 2021

No Dia Internacional da Mulher, iniciativa alerta para o câncer de mama

Mastologista Maira Caleffi participará de evento que visa reduzir a mortalidade em escala global
No Dia Internacional da Mulher, iniciativa alerta para o câncer de mama

A cada ano do triênio 2020/2022, devem ser diagnosticados 66.280 novos casos de câncer de mama no Brasil, de acordo com o Instituto Nacional do Câncer (Inca). O risco é estimado em 61,61 casos a cada 100 mil mulheres. E, independente da condição socioeconômica de um país, o câncer de mama é considerado o mais comum de todos os tipos na população mundial.

Na próxima segunda-feira (8), Dia Internacional da Mulher, a chefe do Serviço de Mastologia do Hospital Moinhos de Vento, Maira Caleffi, presidente voluntária do Imama/ Femama, participa como palestrante do lançamento da iniciativa Global Breast Cancer, da Organização Mundial da Saúde (OMS). O objetivo é reduzir a mortalidade por câncer de mama em escala global, aumentando o acesso ao diagnóstico precoce e estimulando o gerenciamento abrangente da doença. A programação se inicia às 14h (horário do Brasil) e pode ser acompanhada no site da OMS. A palestra é voltada a médicos, gestores da área da saúde e público em geral.

De acordo com Maira Caleffi, a prevenção e o diagnóstico precoce são importantes para o sucesso do tratamento. Somado a isso, a mastologista alerta para a necessidade do autoconhecimento: quando a pessoa está familiarizada com sua mama, ela consegue detectar com mais facilidade o surgimento de alguns sinais que apontam para a necessidade de atendimento médico como sangramento pelo mamilo, uma ferida que incomoda na ponta do seio, um caroço ou uma íngua grande abaixo do braço. “O câncer não espera! Não deixem de buscar ajuda”, assinala.

cancer mama

Maira observa ainda que, em razão da pandemia e por medo de contrair o vírus, muitas pessoas deixaram de marcar consultas. No entanto, salienta, o trabalho do Núcleo Mama nunca parou. “Tivemos muitos diagnósticos e pacientes que se trataram, mas não tantos quanto antes. Até agosto houve uma queda de diagnósticos novos de 30-40%. Então, infelizmente, calcula-se que tem muita gente em casa, esperando a pandemia acabar para procurar ajuda. Reforço para a importância do diagnóstico precoce e do tratamento adequado”, enfatiza.

 



VEJA TAMBÉM

Manual para Identificação e Avaliação de Tecnologias Novas e Emergentes em Saúde é lançado

Uma parceria entre a Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no Sistema Único de Saúde (Conitec) e membros da Rede Brasileira de Avaliação de Tecnologia em Saúde (Rebrats) deu origem a tradução do Manual Metodológico para Identificação e Avaliação de Tecnologias Novas e Emergentes em Saúde. O documento original foi elaborado pela EuroScan International Network, uma
"benefícios superam os riscos"

Após casos suspeitos de trombose, Anvisa solicita alteração de bula da vacina de Oxford

A Anvisa solicitou na noite desta quarta-feira (7) a inclusão de possíveis ocorrências tromboembólicas com trombocitopenia no item “Advertência e Precauções” da bula da vacina de Oxford/Astrazeneca/Fiocruz. “Tratam-se de casos muito raros de formação de coágulos sanguíneos associados à trombocitopenia – diminuição do número de plaquetas (fragmentos de células  que ajudam a coagular o sangue) – e, em alguns casos, sangramentos que podem estar associados ao uso da vacina. Os casos foram

Santa Casa participa de estudos publicados nas duas mais importantes revistas médicas do mundo 

O Centro de Hipertensão Pulmonar da Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre, liderado pela médica Gisela Meyer, participou de dois grandes estudos internacionais para a avaliação de novas medicações para o tratamento da hipertensão arterial pulmonar, que foram publicados no The Lancet e no The New England Journal of Medicine (NEJM) em março e abril,