Gestão e Qualidade, Tecnologia e Inovação | 12 de fevereiro de 2020

Maior evento do setor no mundo, Feira MEDICA ocorre no mês de maio em São Paulo

Atividade científica do evento terá a "Sustentabilidade na Saúde" como tema central
Maior evento do setor no mundo, Feira MEDICA ocorre no mês de maio em São Paulo

O maior evento mundial da área de saúde terá uma edição brasileira a partir de 2020. Trata-se da Medical Fair Brasil (MFB), promovida pela Messe Düsseldorf, organizadora da Feira MEDICA, evento reconhecido como o maior do setor de saúde no mundo por reunir mais de 6.200 expositores e 120 mil visitantes, estimulando a realização de negócios no trade por todo o globo.

O tamanho do Brasil, bem como suas oportunidades por ser o oitavo maior mercado de saúde do mundo, despertou a atenção da Messe Düsseldorf. A primeira edição do evento ocorrerá entre os dias 5 e 8 de maio de 2020 no Expo Center Norte, em São Paulo. A tradicional feira alemã já é realizada em 13 países e vê, no Brasil, um hub para o mercado latino-americano, potencializando a geração de negócios para a indústria de saúde local.

Wolfram Diener diretor-geral da Messe Düsseldorf

Wolfram Diener diretor-geral da Messe Düsseldorf

XXX


Para Wolfram Diener, diretor-geral da Messe Düsseldorf, as oportunidades encontradas no país são extremamente relevantes. “O Brasil é uma das principais economias da América Latina e há muito que trabalhar no trade de saúde brasileiro”, explica. Reunindo todos os principais players mundiais do segmento, a MEDICA tem sido uma excelente plataforma de negócios para o setor e, na edição brasileira, não será diferente, visto que a organização espera trazer, para a primeira edição do evento, 20 pavilhões internacionais.


Parceria ABIMO

A MFB tem o apoio institucional da Associação Brasileira da Indústria de Artigos e Equipamentos Médicos, Odontológicos, Hospitalares e de Laboratórios (ABIMO), e, para Franco Pallamolla, presidente da associação, essa é uma excelente oportunidade que agrega também um grande reconhecimento do trabalho da entidade no segmento. “A ABIMO, trabalhando pelo desenvolvimento da saúde brasileira e atendendo às necessidades desse complexo setor, aceitou o convite para ser parceira da Feira MEDICA no Brasil, o que mostra não só a confiança dos organizadores em nossa competência e história, mas também o nosso comprometimento em sempre buscar e oferecer o melhor aos nossos associados”, afirma.

Franco Pallamolla

Franco Pallamolla

xxxx


Malu Sevieri, diretora da Emme Brasil, representante nacional da organizadora alemã, ratifica que é muito relevante a qualidade dos parceiros que a Messe Düsseldorf vem conquistando pelo mundo e não seria diferente no Brasil. “Temos uma longa relação de confiança com a ABIMO e aprendemos que, para ter sucesso em feiras regionais, é preciso contar com parceiros de peso. A colaboração é o principal fundamento para gerar frutos em uma parceria. Reconhecemos a força da Associação em promover negócios junto ao trade de saúde local”, afirma.


Wolfram Diener e Malu Sevieri

Wolfram Diener e Malu Sevieri

XXX

A Medical Fair Brasil conta ainda com o apoio da Associação Brasileira de Importadores e Distribuidores de Produtos para Saúde (Abraidi),  Associação Brasileira de Medicina Diagnóstica (Abramed), Associação Paulista de Medicina (APM), Confederação das Santas Casas de Misericórdia, Hospitais e Entidades Filantrópicas (CMB), e Federação Brasileira de Hospitais (FBH).

“Sustentabilidade na Saúde” será tema central de debates

Assim como na MEDICA de Düsseldorf, a MFB terá uma arena aberta onde empresas e associações representantes do setor de saúde poderão debater temas relevantes para essa indústria.

O board estratégico e científico, criado pela ABIMO para a curadoria de conteúdo da Medical Fair Brasil (MFB) 2020 definiu como tema do Fórum Brasil Saúde – uma das principais atividades científicas do evento – a  Sustentabilidade na Saúde – Um Desejo de Todos. As discussões terão como debatedores players de destaque da saúde nacional.

A ação ocorrerá dentro de um espaço denominado Área do Conhecimento, composto pelo palco do Fórum, e mais cinco salas complementares, onde empresas e associações representativas do setor de saúde debaterão temas relevantes.


“Um dos grandes problemas do país é justamente obter a adequada sustentabilidade de seu sistema de saúde. Os componentes da acessibilidade, técnicos e de equilíbrio econômico-financeiro envolvem tanto o setor público – com cortes orçamentários –, como a saúde suplementar privada, com incremento acelerado de custos”, diz Francisco Balestrin, que divide a curadoria científica do evento com Cláudio Allgayer.


Segundo Balestrin, o Fórum Brasil Saúde debaterá com os mais variados atores políticos, lideranças, gestores e profissionais do setor, alternativas e soluções que enfrentem o enorme desafio de oferecer saúde de qualidade ao cidadão brasileiro.

Claudio Allgayer e Francisco Balestrin

Curadoria científica do evento: Cláudio Allgayer e Francisco Balestrin

xxxx

Para Allgayer, a presença da maior feira médica mundial em território brasileiro é sinalização positiva de inserção do país no eixo das discussões qualificadas sobre saúde em âmbito mundial. “O potencial da saúde brasileira é enorme e o interesse em nosso mercado aumenta gradativamente. A abertura de capital estrangeiro para investimentos em hospitais, no ano de 2015, foi um avanço. Esta conexão tende a ser intensificada com reflexos na gestão, indústria, tecnologia e na inovação, assim como em outras esferas. A nossa tarefa é promover um pool de discussões que alinhe ensinamentos e boas práticas à construção de uma saúde sustentável que entregue mais valor. ”


A MFB também proporcionará aos visitantes um espaço com encenações e situações hospitalares do cotidiano e palestras inovadoras. Os principais focos da feira são tecnologia médica/produtos e equipamentos médico-hospitalares, tecnologia e diagnóstico para laboratórios, TI, fisioterapia e ortopedia, além de serviços em geral para a área da saúde.

Com foco na melhor experiência do usuário, a Medical Fair Brasil também proporcionará aos visitantes uma arena de infraestrutura, um verdadeiro ambiente hospitalar que promoverá encenações de problemas hospitalares do cotidiano e palestras sobre o tema.

Os pavilhões internacionais também têm presença garantida: já estão confirmadas comitivas de países como Alemanha, Argentina, Áustria, Canadá, China, Coreia, Espanha, Estados Unidos, Índia, Irã, Japão, Portugal, Russia, Taiwan e Turquia.

Credenciamento

Evento voltado para o público do setor da saúde, onde expositores apresentarão produtos e cases para os participantes da Medical Fair Brasil. Evento fechado, acessado através do credenciamento on-line e gratuito ou no local. Para facilitar o acesso indicamos realizar a sua inscrição diretamente pelo site, clicando aqui evitando filas e facilitando a entrada.

Saiba mais informações pelo site oficial do evento

mEDICAL_FAIR

 

VEJA TAMBÉM

Laboratório Mont’Serrat é o primeiro da região Sul a oferecer teste que mede nível de imunidade contra o SARS-CoV-2

A confirmação de reinfecções pelo SARS-CoV-2 e uma mutação deste vírus já identificada no país vêm deixando a população alerta neste início de ano. Diante do grande número de pessoas que já contraíram o coronavírus (Covid-19), a possibilidade de confirmar o nível de imunidade contra a doença pode trazer um pouco mais de tranquilidade. Esse
qualidade e segurança do paciente

Hospitalar ATS conquista acreditação de nível máximo pela ONA 

A Hospitalar ATS, de Porto Alegre (RS), conquistou a acreditação de nível 3 (Excelência) da Organização Nacional de Acreditação (ONA). Fundada em 1997, a empresa atua oferecendo soluções para as necessidades dos pacientes fora do ambiente hospitalar, como serviços de home care. Entre os produtos oferecidos estão a Assistência Domiciliar Supervisionada, Internação Domiciliar, Procedimento Pontual
sequelas Covid

Hospital Mãe de Deus inaugura Serviço de Recuperação Pós-Covid

Após dez meses de pandemia, com mais de quatro mil pacientes atendidos e diagnosticados com Covid-19, tanto da capital quanto do interior do Estado, o Hospital Mãe de Deus está recebendo uma procura muito grande de pessoas que precisam de orientações para a continuação do tratamento após a doença. Para atender esta demanda, desde o dia 11 de janeiro começou a funcionar o Serviço de Recuperação Pós-Covid.