Gestão e Qualidade | 26 de agosto de 2013

Jornada de Enfermagem destaca razão e emoção na profissão

Hospital Bruno Born realizou evento em Lajeado
Murilo Graeff

Realizada na última quarta-feira, 21, na Univates, a 5ª Jornada de Enfermagem do Hospital Bruno Born (HBB) de Lajeado reuniu centenas de pessoas. O objetivo foi valorizar os profissionais da área de enfermagem, oferecendo treinamentos e palestras de qualificação, motivação e atualização da área.

Cinco palestras foram apresentadas. A abertura do evento foi com Jô Lima, mestre em Direito, pós-graduada em Direito Empresarial e Especialista em Educação . Ela abordou o tema Resiliência: competência essencial para alta performance, ressaltando a importância da capacidade de se ter uma conduta sã em meio ao caos. “Investir no emocional é tão importante quanto investir no profissional. Fortalecendo nosso emocional, será este que irá nos distinguir e nos ajudará a termos postura para se apresentar diante do caos”, destacou.

A segunda palestra tratou de Medicamentos de Alta Vigilância, com a farmacêutica do Hospital Mãe de Deus (HMD) de Porto Alegre, Daiane Bridi, que falou sobre a gestão da qualidade relativa à segurança com medicamentos. Ou seja, os cuidados com os medicamentos e administração destes nos pacientes. Segundo ela, dos erros de medicação cometidos, 39% são no ato da prescrição e 38% na administração. “Como características de uma cultura de segurança deve-se ter reconhecimento da existência de riscos, erros como oportunidade de melhoria, ambiente não punitivo, confidencialidade da informação, trabalhar em equipe multidisciplinar, entre outros”, salientou.

A enfermeira Fernanda de Menezes Guimarães, gerente técnica  de Enfermagem do HMD, falou de Implantação do Check-list no Centro Cirúrgico, Ela destacou a importância do trabalho em equipe para a assistência à segurança. “Os erros são multifatoriais, e aprendemos muitas lições sobre isso com a aviação, que é uma indústria reconhecida como organização altamente confiável”.

Após, foi realizada a palestra Informatização na Assistência: benefícios e desafios da implantação, com o enfermeiro Murilo dos Santos Graeff, do Instituto de Cardiologia  e supervisor assistencial de sistemas na área de Tecnologia da Informação do Hospital Divina Providência, ambos de Porto Alegre.  Ele frisou os objetivos e vantagens da informatização e comentou que no Brasil 62% dos hospitais possuem prescrição eletrônica. “Para as equipes multiprofissionais, este é um grande aliado à segurança do paciente, mas ainda há aqueles que resistem ao sistema de informação, por pura ansiedade, incerteza do desconhecido, pela faixa etária e falta de conhecimento”.

Dr. CamargoDr José Jesus Camargo

O encerramento da jornada ficou a cargo do Dr. José Jesus Camargo, que falou da Humanização do Atendimento Médico. O cirurgião torácico, diretor médico do Hospital Dom Vicente Scherer e do Centro de Transplantes da Santa Casa de Porto Alegre, pioneiro dos transplantes de pulmão na América Latina, é responsável pela realização de dois terços dos transplantes de pulmão feitos até hoje no Brasil. “Sempre podemos fazer algo pelo paciente, mesmo que seja através de uma aproximação, com uma palavra ou um simples gesto. Os pacientes valorizam muito a atitude dos médicos, pois eles estão num momento de sensibilidade, de intensa emoção, então, se nós profissionais formos generosos, doces e gentis neste momento, nos tornaremos inesquecíveis para aquela pessoa”, recomendou.

VEJA TAMBÉM

Laboratório Mont’Serrat é o primeiro da região Sul a oferecer teste que mede nível de imunidade contra o SARS-CoV-2

A confirmação de reinfecções pelo SARS-CoV-2 e uma mutação deste vírus já identificada no país vêm deixando a população alerta neste início de ano. Diante do grande número de pessoas que já contraíram o coronavírus (Covid-19), a possibilidade de confirmar o nível de imunidade contra a doença pode trazer um pouco mais de tranquilidade. Esse
qualidade e segurança do paciente

Hospitalar ATS conquista acreditação de nível máximo pela ONA 

A Hospitalar ATS, de Porto Alegre (RS), conquistou a acreditação de nível 3 (Excelência) da Organização Nacional de Acreditação (ONA). Fundada em 1997, a empresa atua oferecendo soluções para as necessidades dos pacientes fora do ambiente hospitalar, como serviços de home care. Entre os produtos oferecidos estão a Assistência Domiciliar Supervisionada, Internação Domiciliar, Procedimento Pontual
sequelas Covid

Hospital Mãe de Deus inaugura Serviço de Recuperação Pós-Covid

Após dez meses de pandemia, com mais de quatro mil pacientes atendidos e diagnosticados com Covid-19, tanto da capital quanto do interior do Estado, o Hospital Mãe de Deus está recebendo uma procura muito grande de pessoas que precisam de orientações para a continuação do tratamento após a doença. Para atender esta demanda, desde o dia 11 de janeiro começou a funcionar o Serviço de Recuperação Pós-Covid.