Estatísticas e Análises, Gestão e Qualidade | 30 de janeiro de 2016

Hospitais de Porto Alegre sofrem estragos por causa da forte chuva

Ao menos seis instituições relataram problemas importantes
Hospitais de Porto Alegre sofrem estragos por causa da forte chuva

O temporal com ventos de até 120 km por hora, que ocorreu no final da noite sexta-feira (29) e inicio da madrugada de sábado (30) em Porto Alegre, além de deixar 450 mil moradores sem energia elétrica por várias horas, levou uma centena de pessoas aos atendimentos de emergência na capital.

Alguns hospitais também encontraram dificuldades para atender esta demanda, em função de fortes estragos causados pelo temporal, que os levaram a operar com restrições.

O Hospital de Clínicas está priorizando os casos de urgência. A maternidade permanece fechada e as cirurgias eletivas também foram canceladas.

Árvores caíram junto à entrada do Instituto Cardiologia, deixando o acesso restrito na emergência, impossibilitando o recepção de novos pacientes. A instituição trabalha com a concessionária de luz para viabilizar a volta da energia elétrica.

O Hospital Moinhos de Vento ficou sem telefone/internet. E um gerador garante momentaneamente a energia no Hospital de Pronto Socorro. Os hospitais Ernesto Dornelles e o Mãe de Deus tiveram que mobilizar funcionários para minimizar contratempos como infiltrações e para remanejar alguns pacientes.

Segundo o Centro Integrado de Comando da Capital (CEIC) há risco de mais tempo severo à tarde e inicio da noite de sábado, com possibilidade de mais chuvas. O alerta do Sistema Ceic-Metroclima é que, à tarde, há novo risco de temporal, com chuva forte, vento e raios. As tempestades são alimentadas pelo forte calor, que nessa sexta chegou a 39,3ºC. Como as temperaturas não vão subir tanto neste sábado, o fenômeno não deve ser tão intenso, mas com potencial para danos. O domingo será de chuva volumosa.

Porto Alegre sofre as consequências de uma super célula de tempestade, decorrente do calor, que ganhou força ao chegar na cidade. De acordo com o Sistema Ceic-Metroclima, os ventos atingiram 119,5 km/h no Jardim Botânico e, pela violência e longa duração (quase uma hora), a tempestade foi uma das mais intensas das últimas décadas. Todas as regiões da cidade foram afetadas. O CEIC emitiu alerta para temporal no início da noite, e a extensão dos danos pode ser comparável com um furacão de categoria 1, o mais leve.

Previsão para os próximos dias:

Sábado (30/1): Dia de sol e nuvens de manhã, mas a nebulosidade aumenta e já no final da manhã ou da tarde para a noite deve ter chuva com trovoadas. Não se afasta risco de temporal de verão com pancadas fortes. Mínimas de 22ºC a 24ºC e máximas de 31ºC a 33ºC.

Domingo (31/1): Tempo instável. Muitas nuvens e chuva no decorrer do dia. Chance de precipitações moderadas a fortes em alguns momentos com trovoadas. Mínimas ao redor de 20ºC e máximas de 24ºC a 26ºC.

Segunda-feira (1/2): Muitas nuvens. Podem ocorrer aberturas de sol no decorrer do dia, mas a nebulosidade predomina e permanece a chance de chuva passageira na cidade. Por isso, a temperatura não se eleva tanto. Mínimas de 19ºC a 21ºC e máximas de 27ºC a 29ºC.

Terça-feira (2/2): Feriado de Navegantes: Sol aparece com nuvens, mas ocorrem períodos de maior nebulosidade. Chance de chuva passageira, especialmente à tarde. Mínimas de 18ºC a 20ºC e máximas de 27ºC a 29ºC.

Quarta-feira (3/2): Muitas nuvens. O dia começa com tempo seco e o sol pode aparecer, mas a nebulosidade aumenta com possibilidade de chuva. Mínimas de 20ºC a 22ºC com máximas de 27ºC a 29ºC.

 

Foto: Ivo Gonçalves/PMPA

VEJA TAMBÉM

covid-19

Série especial: as ações do Hospital Ernesto Dornelles frente à Covid-19

O Portal Setor Saúde apresenta, a partir do dia 7, como importantes instituições hospitalares estão se preparando para lidar com os casos de Covid-19: Grupo Hospitalar Conceição (GHC), Hospital Moinhos de Vento, Hospital Mãe de Deus/AESC, Hospital Ernesto Dornelles, Hospital Divina Providência, Hospital São Lucas da PUC-RS, Hospital de Caridade Dr Astrogildo de Azevedo (Santa Maria), Hospital Tacchini (Bento Gonçalves), Hospital Virvi Ramos (Caxias do Sul), Hospital Santa Lucia (Cruz Alta), Hospital São Vicente de

Série especial: Hospital Mãe de Deus expande número de leitos em 20% para atender pacientes com a Covid-19

O Portal Setor Saúde apresenta, a partir do dia 7, como importantes instituições hospitalares estão se preparando para lidar com os casos de Covid-19: Grupo Hospitalar Conceição (GHC), Hospital Moinhos de Vento, Hospital Mãe de Deus/AESC, Hospital Ernesto Dornelles, Hospital Divina Providência, Hospital São Lucas da PUC-RS, Hospital de Caridade Dr Astrogildo de Azevedo (Santa Maria), Hospital Tacchini (Bento Gonçalves), Hospital Virvi Ramos (Caxias do Sul), Hospital Santa Lucia (Cruz Alta), Hospital São Vicente de
Série Especial

As ações do Hospital Moinhos de Vento contra a Covid-19

O Portal Setor Saúde apresenta, a partir de hoje, 7, dia mundial da saúde, como importantes instituições estão se preparando para lidar com os casos: Grupo Hospitalar Conceição (GHC), Hospital Moinhos de Vento, Hospital Mãe de Deus/AESC, Hospital Ernesto Dornelles, Hospital Divina Providência, Hospital São Lucas da PUC-RS, Hospital de Caridade Dr Astrogildo de Azevedo (Santa Maria), Hospital Tacchini (Bento Gonçalves), Hospital Virvi Ramos (Caxias do Sul), Hospital Santa Lucia (Cruz Alta), Hospital São