Mundo | 12 de dezembro de 2013

Consumo elevado de omeprazol pode levar a demência

Pesquisa norte-americana mostra relação entre o abuso do medicamento e a falta de vitamina B12
omeprazol

Muito utilizado para prevenir úlcera, gastrite, refluxo e outros problemas gástricos, o omeprazol traz riscos pouco esperados para aqueles que exageram na automedicação: a falta de vitamina B12 no organismo.

Um estudo da operadora de plano de saúde  norte-americana Kaiser Permanente avaliou a relação entre o consumo contínuo (por dois anos ou mais) de doses elevadas de omeprazol, que correspondem a 40 miligramas diários, e a falta de vitamina B12, que pode levar a problemas neurológicos graves, como demência e anemia.

Durante 14 anos (de 1997 a 2011), os especialistas fizeram a comparação entre um grupo de 25.956 pacientes com diagnóstico de déficit de vitamina B12, com outro de 184.199 pessoas sem esse transtorno. O resultado, publicado na revista Journal of the American Medical Association, concluiu que as pessoas que tomaram omeprazol ou similar durante muito tempo tinham 65% mais chances de ter níveis baixos de vitamina B12.

O estudo também mostrou que o risco para quem toma uma dose de 1,5 comprimidos por dia é 95% superior em comparação àqueles que usam uma dose reduzida pela metade dessa quantidade.

Os pacientes que utilizam o medicamento mediante consultas profissional não precisam se preocupar. A pesquisa, no entanto, recomenda que as pessoas que se automedicam devem, ao menos, reduzir a quantidade de remédio pela metade, ou ao menos fazer pausas entre um período e outro de uso. Assim, parte da quantidade de vitamina B12 necessária poderia ser recuperada pelo organismo.

VEJA TAMBÉM

Estudo indica contaminação dos cilindros de oxigênio por superbactérias em ambulâncias

Os cilindros de oxigênio de ambulância provavelmente carregam a bactéria resistente a antibiótico Staphylococcus aureus resistente à meticilina (MRSA, na sigla em inglês). É o que sugere um estudo realizado nos Estados Unidos, apontando para a necessidade de desinfecção regular destes equipamentos médicos. Pesquisadores testaram cilindros de oxigênio transportados em ambulâncias do serviço de socorro médico norte-americano (Emergency Medical
INDÚSTRIA FARMACÊUTICA

GSK e a Pfizer anunciam joint venture na área produtos “sem prescrição”

As gigantes da indústria farmacêutica GlaxoSmithKline (GSK) e a Pfizer estão unindo suas divisões de produtos “sem prescrição” ou produtos de consumo – conhecidos como Consumer Healthcare -, como analgésicos e vitaminas, com vendas combinadas de cerca de 12,7 bilhões de dólares. A empresa britânica GSK terá 68% da joint venture, que reunirá marcas como Sensodyne, Voltaren

Estados Unidos aprovam novo antibiótico para a diarreia do viajante

A agência reguladora de medicamentos dos Estados Unidos, a Food and Drug Administration (FDA), aprovou o novo antibiótico Aemcolo (do grupo de antibióticos rifamicina, produzida pela Cosmo Technologies), para tratar adultos com diarreia dos viajantes causada por cepas não invasivas da bactéria Escherichia coli (E. coli), e não complicadas por febre ou sangue nas fezes. Este é o primeiro