Gestão e Qualidade, Tecnologia e Inovação | 18 de outubro de 2016

Conheça a nova Medicina Nuclear oferecida pelo SIDI Center

Investimento garante exames precisos, rápidos e com menor exposição à radiação
conheca-a-nova-medicina-nuclear-oferecida-pelo-sidi-center

A nova clínica de medicina nuclear de Porto Alegre, instalada no SIDI Center (na rua Prof. Freitas e Castro), tem oferecido, desde abril, quando  iniciou o atendimento, o moderno equipamento Gama Câmara Siemens de última geração.

Com um total de 21 unidades no Rio Grande do Sul (Porto Alegre, Novo Hamburgo, São Leopoldo, Guaíba, Esteio, Viamão, Gravataí, Camaquã, São Jerônimo, São Gabriel, Tramandaí e Capão da Canoa), o SIDI vem se notabilizando em disponibilizar aos médicos e pacientes serviços avançados.

“Dentro da realidade do mercado nacional, estamos crescendo de forma bastante acentuada. Temos uma grande visibilidade, e pelo potencial, podemos crescer ainda mais”, explicou o responsável pelo novo setor, médico Lucas Rezende (foto acima). Segundo o coordenador e especialista em Medicina Nuclear, nos primeiros cinco meses de funcionamento, a média tem sido 120 exames por mês. No entanto, com a moderna Gama Câmara, a capacidade máxima pode ser de até 400 exames mensais.

sidi_gama_camara_siemens_symbia

Agilidade e segurança

O equipamento de última geração tem capacidade para a realização de todos os tipos de cintilografias, dotado por sistemas modernos com todos os softwares de análise e de quantificação das imagens cintilográficas. “O primeiro diferencial é o equipamento, o mais moderno em medicina nuclear. Não só em questão de ser uma ferramenta nova, mas não existe atualmente uma Gama Câmara melhor. Ela consegue fazer todas as medições possíveis. Além disso, faz com que o exame seja mais rápido, mais preciso, e o paciente recebe menos doses de radiação”.

Em casos de urgência, o resultado pode ser entregue no mesmo dia. “Em menos de uma hora, podemos entregar o resultado. Se não puder ser entregue em mãos ao paciente, existe a possibilidade de falarmos com o médico e dar o resultado”. Toda a equipe do SIDI Center, que conta com mais dezenas de médicos, atua de forma unificada com a Medicina Nuclear, que é coordenada pelo Dr. Lucas Rezende. “É um trabalho muito integrado”, salienta o médico.

Exames urgentes fora de bloco cirúrgico

“O cronograma dos exames é todo planejado para otimizarmos o uso do material. Podemos encaixar exames urgentes no cronograma, mas geralmente não são exames de urgência”. Todos os exames por imagem podem ser feitos no SIDI Center. “Só não realizamos os exames que precisam de um bloco cirúrgico”, reitera o coordenador.

Mais de 30 tipos de cintilografia e exposição reduzida

“A medicina nuclear serve para fazermos uma avaliação precoce da doenças, e dá condições de um tratamento muito melhor, pois vemos as alterações iniciais. Essa é a grande diferença da medicina nuclear para outros métodos de imagem. Podemos ver o funcionamento fisiológico do organismo, e não só a anatomia como nos outros. No raio-x, por exemplo, eu vejo a arquitetura do osso, mas a cintilografia óssea mostra alterações metabólicas no osso, que acontecem muito antes das alterações estruturais. O que o exame mostra hoje, só vai ser visto no raio-x depois de seis meses ou um ano. Podemos antecipar um diagnóstico mais rapidamente”.

“Muita gente não entende como um equipamento apenas faz mais de 30 tipos de cintilografia que existem. Tudo é porque usamos fármacos diferentes. Dependendo do que eu injetar no paciente, enxergo um órgão diferente”. Os principais exames realizados na clínica são: cintilografia miocárdica; óssea; renal e cerebral. “Podemos dizer que o aumento do uso da medicina nucelar denota o envelhecimento da população, mais expectativa de vida, mais doenças de idosos”, explica.

O equipamento também reduz o tempo de exposição. “Conseguimos fazer os exames em metade do tempo (entre 7 e 10 minutos), em comparação a outros equipamentos. Em relação à dose de radiação, reduzimos em até 30%”.

SIDI Cardiologia

Também foi lançado junto ao SIDI Center o SIDI Cardiologia. “É como um selo de qualidade. Conseguimos fazer todos os exames que ele [paciente] precisa. Tudo no mesmo lugar. Podemos investigar o caso por completo, no mesmo ambiente. Os especialistas podem conversar e melhorar o diagnóstico”. O SIDI Cardiologia contempla os serviços de cintilografia de Perfusão Miocárdica, Tomografia de Coronárias, Ressonância Cardíaca, Ecocardiografia, Ecodoppler, Holter e Eletrocardiografia, oferecendo a todos a possibilidade de realizar a investigação radiológica por imagem em uma única instituição, entregando assim, ao médico assistente, a avaliação completa do seu paciente.

“Como fazemos praticamente todos os exames, o paciente faz tudo aqui. Inclusive podemos fazer em alguns casos a fusão de resultados. Colocamos as imagens uma sobre a outra, o que permite uma análise mais completa. São dois exames separados, que se unidos, dão um terceiro resultado”. Dessa forma, quando há dúvida em relação a um exame, os profissionais podem trocar informações. Discutimos com especialistas de outras áreas para dar um resultado mais preciso. Isso gera um cuidado maior. Se a pessoa faz exames que um interfere no outro, aqui estamos cuidando de ambos ao mesmo tempo. Então o paciente não é exposto a doses muito altas, nem outros riscos. É mais controlado”.

sidi_center

Fachada do SIDI Center em Porto Alegre, com a última tecnologia em Medicina Nuclear

VEJA TAMBÉM

Verde, amarelo e vermelho: hospital rotula alimentos e aumenta venda de produtos saudáveis

Um recente estudo divulgado no JAMA Network Open (produzido pela Associação Médica Americana), realizado por pesquisadores do Massachusetts General Hospital (MGH), localizado em Boston (EUA), mostrou que inserir rótulos nos produtos alimentares em um refeitório hospitalar pode auxiliar na educação alimentar dos funcionários. Os resultados demonstraram a redução de “calorias compradas” pelos colaboradores e o aumento da venda
MERCADO

Centro Clínico Gaúcho contrata dois novos executivos

A operadora de planos de saúde Centro Clínico Gaúcho (CCG) anunciou a contratação de dois novos executivos. Mauro Medeiros Borges assume a diretoria executiva de operações, e Fábio Bernal Rossetto, a diretoria executiva financeira. Borges é médico e tem experiência em gestão no mercado hospitalar e de planos de saúde. Rossetto é economista com pós-graduação e experiência em gestão empresarial,
SEMINÁRIOS DE GESTÃO

Inovação, Novas Tecnologias e Gestão Disruptiva em Saúde com inscrições abertas

As inscrições para a terceira edição do Seminários de Gestão com o tema Inovação, Novas Tecnologias e Gestão Disruptiva em Saúde, já estão abertas. O evento ocorrerá no dia 2 de agosto, no Hotel Plaza São Rafael (Av. Alberto Bins, 514 – Centro Histórico, Porto Alegre). As inscrições podem ser realizadas através deste link (inscrições realizadas até o dia 24/07, possuem desconto). Para a inscrição