Gestão e Qualidade | 20 de setembro de 2018

Com lideranças da saúde, CBEXs lança Capítulo Sul em Porto Alegre

Evento certificou 13 novos fellows da entidade que congrega líderes e dirigentes da saúde
Com lideranças da saúde, CBEXs lança Capítulo Sul em Porto Alegre

O Colégio Brasileiro de Executivos da Saúde (CBEXs) lançou, com apoio da Federação dos Hospitais e Estabelecimentos de Saúde do RS (FEHOSUL) e Associação dos Hospitais do RS (AHRGS), o Capítulo Sul – novo polo de atuação do Colégio, abrangendo dois estados (Santa Catarina e RS) da Região Sul do Brasil. No evento foram entregues treze certificações a novos fellows do CBEXs.

O presidente da FEHOSUL, Dr. Cláudio Allgayer, assumiu suas funções como presidente do Capítulo Sul, manifestando “a satisfação dos novos fellow com a possibilidade de implantar um centro de excelência profissional em saúde na região sul de nosso país, conectado com o estado da arte e da ciência em Saúde, o que proporcionará a disseminação da cultura do valor, da qualidade assistencial e da excelência em gestão, com benefícios estendidos às instituições e seus profissionais”.

Cláudio Allgayer comanda o Capítulo Sul do CBEXs

Cláudio Allgayer comanda o Capítulo Sul do CBEXs

 

O presidente do Conselho do CBEXs, Dr. Francisco Balestrin, também presidente da IHF (Federação Internacional de Hospitais) enfatizou a importância da entidade para o país, com a inspiração das instituições de saúde nos Estados Unidos. “No Brasil, temos a ANAHP como forte instituição representativa dos hospitais. Porém, precisamos também de uma instituição que seja representativa para os executivos da saúde, e o CBEXs cumpre esse importante papel”, apontou.

Sérgio Ruffini, Cláudio Seferin e Francisco Balestrin (Presidente do CBEXs)

Sérgio Ruffini, Cláudio Seferin e Francisco Balestrin (Presidente do CBEXs)

 

Balestrin ilustrou que as instituições de saúde são “ fixas”, enquanto os executivos de saúde são “móveis”, ou seja, cumprem em suas trajetórias diferentes itinerários, com maiores alternâncias e complexidades, salientando a importância da entidade como agregadora dos profissionais. O presidente do Conselho do CBEXs também ressaltou que a entidade não se limita aos executivos dos prestadores de serviços da saúde, citando como exemplo os demais profissionais presentes no evento [como diretores de entidades de ensino, indústrias de tecnologia em saúde e consultores]. Balestrin citou que o CBEXs passa a contar com 60 fellows no Brasil, e 250 associados.

O CEO do CBEXs, Luiz Felipe Costamilan, enalteceu o evento, destacando a importância do lançamento do Capítulo Sul. Costamilan frisou a importância de executivos da saúde estarem próximos e conectados, e que o CBEXs visa trazer confiança nas relações entre os profissionais. O CEO também salientou os projetos que a entidade oferece aos seus associados, e ressaltou a necessidade de divulgação e envolvimento de novos profissionais com a entidade.

Luiz Felipe Costamilan

Luiz Felipe Costamilan (CEO da CBEXs)

 

Três palestras, com o tema Saúde Baseada em Valor, foram apresentadas por Daniel Greca (sócio-diretor de Healthcare na KPMG Brasil), Murilo Contó (líder de Política de Saúde na Boston Scientific); e Alceu Alves da Silva (vice-presidente da MV). A atividade científica foi coordenada pelo Prof. Sérgio Baldisserotto, CEO do Hospital São Lucas, da PUC-RS.

O primeiro palestrante do evento, Daniel Greca, apontou que o modelo baseado em valor deve ser adequado para os cinco atores envolvidos: pacientes; fontes pagadoras; indústrias; prestadores de serviços de saúde; e empregadores. “Os stakeholders (todas as partes envolvidas) precisam remar na mesma direção, na busca de um novo modelo”, explicou. Greca apontou seis elementos-chaves na direção do modelo baseado em valor: população-alvo; escopo do serviço; métricas (medida de desfecho); dados; riscos; e arquitetura de modelos de pagamento.

Daniel Greca, da KPMG

Daniel Greca, da KPMG

 

O palestrante ressaltou os fatores críticos de sucesso no caminho ao novo modelo: pessoas/capital humano; processo; tecnologia e dados; e alinhamento e transparência. Greca ainda destacou que os modelos baseados em valor adotados trazem, entre outros pontos positivos: confiança; contaminação positiva do ambiente; visão de longo prazo; e legado. O palestrante ainda lembrou o estado de Nova Iorque, nos Estados Unidos, que vem orientando sua população para as mudanças graduais que vem implantando, de forma que 80% a 90% dos pagamentos do Medicaid ( plano de saúde financiado com verbas federais e estaduais, direcionado à população de baixa renda ) devem ser entregues por meio de modelos baseados em valor até 2020.

Em seguida, Murilo Contó apresentou os desafios para os gestores da saúde no caminho ao modelo baseado em valor. Contó abordou os gastos evitáveis na saúde, e como um novo modelo poderá trazer maior custo-efetividade para todos os agentes envolvidos. O palestrante ressaltou que é fundamental a incorporação tecnológica na saúde como auxiliar no controle de desperdícios de custos. Porém, alertou que um dos desafios dos gestores é saber escolher qual a tecnologia adequada para cada situação, ressaltando que a medicina baseada em evidências é fundamental para tomadas de decisão adequadas.

Murilo Contó da Boston Scientific

Murilo Contó da Boston Scientific

 

Ao final, Alceu Alves da Silva apontou que o modelo atual de pagamento é insustentável, e que certamente o futuro exigirá mudanças, privilegiando visões sistêmicas. “A questão é: como articular interesses tão diversos numa visão sistêmica?”, indagou. Assim como os palestrantes anteriores, o vice-presidente da MV ressaltou a importância da tecnologia, como eixo fundamental para o futuro de entrega de valor na saúde brasileira. Silva lamentou o despreparo para lidar com o modelo baseado em valor. “Nós não preparamos lideranças clínicas para sustentar um processo verdadeiro de entrega de valor. A autonomia maior, num processo de entrega de valor, precisa ser da instituição, e não de comportamentos individualizados”, enfatizou.

Alceu Alves da Silva, vice-presidente da MV

Alceu Alves da Silva, vice-presidente da MV

 

Novos fellows do CBEXs

Os 13 novos fellows do CBEXs, que receberam seus diplomas, foram: Adalberto Broecker Neto (Oncologia Centenário); André Allgayer (IAHCS/Fasaúde); Ângela Perin (Hospital Astrogildo de Azevedo de Santa Maria); Antônio Quinto Neto (Banco de Olhos de Porto Alegre); Cláudio José Allgayer (presidente do Capítulo Sul CBEXs); Cláudio Seferin (LifeDay); Cleciane Simsen (Hospital Virvi Ramos-Caxias do Sul);Flávio Borges (FEHOSUL); Hilton Mâncio (Hospital Tacchini de Bento Gonçalves); José Ricardo Agliardi (Grupo Hospitalar Conceição); Robson Morales (Unimed Montenegro); Sérgio Baldisseroto (Hospital São Lucas da PUC-RS); e Sérgio Ruffini (IAHCS).

 Adalberto Broecker Neto (Oncologia Centenário)

Adalberto Broecker Neto (Oncologia Centenário)

André Allgayer (IAHCS/Fasaúde)

André Allgayer (IAHCS/Fasaúde)

Ângela Perin (Hospital Astrogildo de Azevedo-Santa Maria)

Ângela Perin (Hospital Astrogildo de Azevedo-Santa Maria)

Antônio Quinto Neto (Banco de Olhos de Porto Alegre)

Antônio Quinto Neto (Banco de Olhos de Porto Alegre)

 Cláudio José Allgayer (presidente do Capítulo Sul CBEXs)

Cláudio José Allgayer (presidente do Capítulo Sul CBEXs)

Cláudio Seferin (LifeDay)

Cláudio Seferin (LifeDay)

Cleciane Simsen (Hospital Virvi Ramos-Caxias do Sul)

Cleciane Simsen (Hospital Virvi Ramos-Caxias do Sul)

Flávio Borges (FEHOSUL)

Flávio Borges (FEHOSUL)

Hilton Mâncio (Hospital Tacchini de Bento Gonçalves)

Hilton Mâncio (Hospital Tacchini de Bento Gonçalves)

José Ricardo Agliardi (Grupo Hospitalar Conceição)

José Ricardo Agliardi (Grupo Hospitalar Conceição)

Robson Morales (Unimed Montenegro)

Robson Morales (Unimed Montenegro)

Sérgio Baldisseroto (Hospital São Lucas da PUC-RS)

Sérgio Baldisseroto (Hospital São Lucas da PUC-RS)

Sérgio Ruffini (IAHCS)

Sérgio Ruffini (IAHCS)

 

O CBEXs é uma entidade dedicada à promoção da excelência na gestão da saúde por meio de educação, de capacitação técnico-científica e de certificação dos executivos do setor público e privado.

Entre as propostas do CBEXs estão elevar o nível de eficiência dos gestores, certificar profissionais ligados à área da saúde, ampliar a liderança de atuação de seus associados, promover pesquisas e material técnico sobre educação na saúde, inserir boas práticas de gestão e governança corporativa na cultura das instituições, entre outras.

VEJA TAMBÉM

Diretrizes clínico-assistenciais são apresentadas no 10º Seminário PROADI-SUS

O Hospital Moinhos de Vento promoveu na quarta-feira (10), o 10º Seminário PROADI-SUS, realizado no Anfiteatro Schwester Hilda Sturm do Hospital, em Porto Alegre. Nesta edição, foi apresentado o projeto Desenvolvimento de Diretrizes Clínico-Assistenciais para o SUS. O objetivo dos encontros é compartilhar informações sobre as iniciativas desenvolvidas em parceria com o Ministério da Saúde,
ENTREVISTA

Hospital Ernesto Dornelles torna-se o 5º hospital gaúcho associado a ANAHP

Após a adesão do Hospital Ernesto Dornelles oficializada recentemente, a saúde gaúcha agora conta com cinco hospitais associados a Associação Nacional de Hospitais Privados (Anahp), entidade representativa dos principais hospitais privados de excelência do país. O Ernesto Dornelles é uma instituição privada, inaugurada em 1962. Conta atualmente com 312 leitos e 33 especialidades médicas. O Portal Setor Saúde conversou com

Hospital Moinhos de Vento promove em Brasília 2° Encontro Internacional do Projeto Paciente Seguro

A segunda edição do Encontro Internacional do Paciente Seguro, realizada na terça-feira (9), em Brasília, reuniu profissionais de saúde de todas as regiões do país para compartilhar experiências e conhecimento sobre segurança do paciente e qualificação do SUS. Realizado pela equipe do Projeto Paciente Seguro, com a coordenação do Hospital Moinhos de Vento, em parceria