Gestão e Qualidade | 22 de julho de 2013

Assembleia da FEHOSUL debate IPE-SAÚDE

Outro assunto foi a negociação das Convenções Coletivas envolvendo os Sindicatos filiados
FEHOSUL debate IPE-SAÚDE

A FEHOSUL realizou nesta sexta-feira, 19, nova Assembleia Geral Extraordinária (AGE) na sede da entidade com representantes da diretoria, dos sindicatos filiados e gestores de instituições de saúde de todo o Estado. O presidente da Federação, Dr. Cláudio José Allgayer, fez a abertura da Assembleia às 10 horas, repassando a palavra para o Diretor Executivo, Dr. Flávio Borges, que fez a explanação as atividades da Federação durante o 1o semestre. Ele relatou as mudanças implantadas como a nova estrutura de informática e de telefonia, com maior segurança para os dados e arquivos eletrônicos. Enfatizou o novo espaço físico da área de Comunicação, que proporciona maior estrutura e agilidade de trabalho aos profissionais; o trabalho de Arquivamento de documentos, garantindo organização corporativa para a Federação, além da reformulação dos ambientes, otimizando os espaços internos.

Durante todo o 1º semestre a Diretoria da FEHOSUL esteve arduamente dedicada a encontrar soluções para as pendências envolvendo o IPE-Saúde e os prestadores de serviços – hospitais, clínicas e laboratórios. Esse tema ocupou grande parte da agenda dos dirigentes que estiveram envolvidos em reuniões do Grupo Paritário ou do Grupo de Conciliação de Contas para buscar opções para sanar os entraves que já se arrastam por anos entre instituições e o órgão estadual.

Os eventos realizados pela FEHOSUL durante os seis primeiros meses do ano também foram destacados. Foram cursos e seminários sobre temas diversos e que atraíram centenas de participantes, reforçando o papel da entidade de oferecer capacitação aos seus representados, observando as tendências do mercado.

A presidente do Sindicato dos Hospitais e Estabelecimentos de Saúde da Região Centro, Dra. Ana Maria Zimmermann, elogiou o trabalho da FEHOSUL. “Quero parabenizar a nova postura da FEHOSUL, pois precisamos fortalecer as nossas instituições e fazer um trabalho embasado, como vocês fizeram. Penso que temos que ampliar a divulgação desse trabalho em todo o Estado. Estamos no caminho correto e precisamos aproveitar melhor o que temos, potencializar essas conquistas”.

IPE-Saúde

Sobre o IPE-Saúde, Dr. Cláudio informou aos participantes da AGE que a FEHOSUL elaborou um documento para responder à contra notificação do IPE-Saúde e enviou para lideranças e dirigentes entre eles, representantes de instituições de saúde de grande porte que atendem o IPE; além de realizar reuniões na FEHOSUL onde foram feitas várias contribuições.

“Além disso, na terça-feira, 16, realizamos uma reunião com a Federação das Santas Casas e ajustamos ainda mais esse documento. Na tarde de hoje (sexta-feira, 19), pretendemos validar esse documento com os representantes das entidades médicas. Se estiver aprovado, nossa intenção é entregá-lo pessoalmente à diretoria do IPE-Saúde já na próxima semana”, revelou o presidente da FEHOSUL.

O presidente do Sindihospa e Diretor-Geral e Administrativo do Hospital São Lucas da PUCRS, Leomar Bammann, aproveitou a oportunidade e registrou o trabalho e o esforço da Federação. “Quero deixar registrado o reconhecimento por tudo o que a equipe da FEHOSUL tem realizado, pois realmente tudo o que foi apresentado tem nexo”, destacou.

Cobranças das Contribuições

Desde o início do ano a FEHOSUL está realizando um trabalho com empresas de cobrança para recuperar contribuições de instituições que não estão em dia com a Federação. Para isso, foram contratadas duas empresas – uma com atuação em Porto Alegre e na região metropolitana e outra na região de Pelotas – para desenvolverem essa atividade.

O presidente da FEHOSUL explicou a importância de ter esse processo implantado na Federação e que foi aprovado pelos presidentes dos sindicatos presentes na Assembleia Geral Extraordinária.

MBA Gestão em Saúde

Dr. Cláudio apresentou aos participantes uma proposta de parceria para a realização de MBA Gestão em Saúde com o Instituto de Administração Hospitalar e Ciências da Saúde (IAHCS) e a Faculdade de Tecnologia em Saúde (FASAÚDE).

“Esse curso foi lançado no ano passado em parceria com o Sindicato dos Hospitais e Estabelecimentos de Saúde, em Bento Gonçalves, para os colaboradores das instituições da região. Agora estamos oferecendo a mesma oportunidade para os sindicatos filiados disponibilizarem aos seus associados”, explicou o presidente.

Pela iniciativa, o aluno e a instituição de saúde arcam com 30% do valor do curso cada um, o sindicato e a FEHOSUL, desde que a entidade prestadora seja sócia e esteja em dia com as contribuições sociais, responsabilizam-se com 20%, cada uma, do custo total do MBA. A capacitação tem carga horária de 360 horas, com aulas uma vez por mês às sextas-feiras à noite e aos sábados, e duração total de dois anos.

Posicionamento Patronal nas Convenções Coletivas 2013

O Assessor Jurídico da FEHOSUL, advogado Dr. José Pedro Pedrassani, participou da segunda metade de Assembleia Geral Extraordinária para falar sobre o posicionamento patronal nas Convenções Coletivas deste ano. Segundo Dr. Cláudio, a FEHOSUL está preocupada com o tema e o trouxe para a pauta de AGE “porque existe um descompasso entre os nossos diferentes sindicatos nas negociações das Convenções Coletivas. O que estamos iniciando hoje é para tomar conhecimento das situações e trocar experiências”, afirmou.

Segundo Dr. José Pedro, há um clima instaurado na Justiça do Trabalho de que o segmento da saúde está muito bem como atividade econômica e que, diante disso, poderia conceder os reajustes salariais solicitados pelos sindicatos trabalhistas. “Esta semana estive em uma reunião da CNS (Confederação Nacional de Saúde) e os assessores jurídicos das federações do Mato Grosso e Santa Catarina relataram os problemas que estão enfrentando em seus estados por causa desse entendimento em relação à situação econômica do setor. Essa é uma preocupação que também chega aqui ao Rio Grande do Sul”, alertou.

O negociador do Sindihospa, administrador Ricardo da Silva, contou um pouco da experiência do sindicato nos últimos anos em relação às negociações com os representantes dos trabalhadores. Uma delas é sobre a mais recente, de uma pauta unificada de diversos sindicatos de trabalhadores.

“Até onde sabemos, a CUT está há vários meses promovendo uma campanha salarial unificada para todos os trabalhadores. Nós nos posicionamos que não iremos negociar coletivamente, pois cada categoria tem suas particularidades, data-base diferente e que nós respeitamos as individualidades das categorias”, afirmou.

Ricardo relatou que o Sindihospa está realizando uma pesquisa com as instituições filiadas para o preenchimento de três planilhas. A primeira é para identificar qual a possibilidade de reajuste dentro dos percentuais aceitáveis. E quanto isso representa na folha de custo de cada estabelecimento filiado.

Outra planilha é para saber o que cada hospital faz além do que está previsto nas convenções. Um exemplo são os hospitais que não cobram o estacionamento dos funcionários ou que dão triênio (3%) para os colaboradores quando o previsto pela convenção é o quinquênio. E a terceira planilha é o quanto as instituições receberam das operadoras de saúde, do SUS, do IPE-Saúde e quanto foi gasto.

Para o presidente do Sindicato dos Laboratórios de Análises Clínicas do RS, Mauro Geyer, na área da saúde, o salário é a maior parte do custo, “mas temos um custo considerável também em investimentos com reformas para adequar nossas instalações dentro de novas normas que surgem a cada dia”, revelou.

No encerramento da AGE, o presidente da FEHOSUL agradeceu a participação de todos e fez uma sugestão: “proponho que façamos uma reunião específica com os acúmulos decorrentes do dia de hoje. Vamos preparar um material, faremos reuniões em Porto Alegre do conjunto dos sindicatos para avançar nesta conversa ou faremos encontros individualizados. Nesses encontros iremos definir linhas norteadoras para que os nossos sindicatos possam ter estratégias para melhor negociar nas Convenções Coletivas”. Todos concordaram com a proposição.

VEJA TAMBÉM

Laboratório Mont’Serrat é o primeiro da região Sul a oferecer teste que mede nível de imunidade contra o SARS-CoV-2

A confirmação de reinfecções pelo SARS-CoV-2 e uma mutação deste vírus já identificada no país vêm deixando a população alerta neste início de ano. Diante do grande número de pessoas que já contraíram o coronavírus (Covid-19), a possibilidade de confirmar o nível de imunidade contra a doença pode trazer um pouco mais de tranquilidade. Esse
qualidade e segurança do paciente

Hospitalar ATS conquista acreditação de nível máximo pela ONA 

A Hospitalar ATS, de Porto Alegre (RS), conquistou a acreditação de nível 3 (Excelência) da Organização Nacional de Acreditação (ONA). Fundada em 1997, a empresa atua oferecendo soluções para as necessidades dos pacientes fora do ambiente hospitalar, como serviços de home care. Entre os produtos oferecidos estão a Assistência Domiciliar Supervisionada, Internação Domiciliar, Procedimento Pontual
sequelas Covid

Hospital Mãe de Deus inaugura Serviço de Recuperação Pós-Covid

Após dez meses de pandemia, com mais de quatro mil pacientes atendidos e diagnosticados com Covid-19, tanto da capital quanto do interior do Estado, o Hospital Mãe de Deus está recebendo uma procura muito grande de pessoas que precisam de orientações para a continuação do tratamento após a doença. Para atender esta demanda, desde o dia 11 de janeiro começou a funcionar o Serviço de Recuperação Pós-Covid.