Gestão e Qualidade | 17 de março de 2014

Fleury registra seu primeiro prejuízo

Reestruturação do grupo levou a resultados negativos no quarto trimestre de 2013
Fleury registra seu primeiro prejuízo

No quarto trimestre de 2013 a empresa de medicina diagnóstica Fleury registrou, pela primeira vez, um prejuízo, desde a sua abertura de capital, em 2009. O resultado negativo foi de R$ 788 mil.

A queda é grande ao se comparar o mesmo período de 2012, quando a companhia teve lucro de R$ 16,5 milhões. É um reflexo das despesas com a reestruturação, promovida pela companhia, que somaram R$ 15,7 milhões. Dois itens tiveram maior relevância, totalizando R$ 9 milhões: rescisão trabalhista e ajustes na operação de hospitais.

Só no Rio de Janeiro o Fleury fechou, entre outubro e dezembro, 25 unidades, demitindo 700 pessoas, o que gerou um custo de R$ 4,4 milhões. Em todo o Brasil, o grupo fechou 29 laboratórios, principalmente os de bandeiras a+ e Lab’s Dor.

Entretanto, levando em consideração a metragem total de unidades, não houve alterações significativas, pois os laboratórios fechados eram pequenos e foram abertas dois grandes pontos em São Paulo e na Bahia. Conforme Vivien Rosso, presidente do Fleury, a fase mais delicada (pico da reestruturação) já foi superada. A receita líquida cresceu 3,7% no último trimestre.

A reestruturação contempla a expansão da bandeira Fleury nos próximos 18 meses em detrimento de marcas regionais como a+ e Lab’s. Para 2014, a empresa deve investir R$ 221 milhões, um aumento de 49% em relação ao montante aplicado no último ano. A meta é utilizar os recursos na abertura, expansão ou modernização de seis unidades, além de novas plataformas tecnológicas.

No Rio Grande do Sul a operação utiliza as bandeiras Weinmann e a+.

VEJA TAMBÉM

ACREDITAÇÃO

Oncoclínica Porto Alegre recebe certificação internacional da Joint Commission (JCI) 

A Oncoclínica Porto Alegre foi certificada pela Joint Commission International (JCI) em reconhecimento ao compromisso contínuo da instituição com padrões internacionais de referência em segurança e qualidade. Segundo a instituição de saúde, esta é a primeira clínica do Rio Grande do Sul a receber esta certificação no Programa de Assistência Ambulatorial. O selo da JCI reconhece que a
Mudanças no mercado

UnitedHealth reestrutura operações no Brasil e substitui presidente da AMIL

aa De acordo com informações do grupo norte-americano UnitedHealth Group (UHG), dona da Amil, o médico pediatra José Carlos Magalhães assume como CEO da companhia em substituição a Claudio Lottenberg, que estava no cargo desde 2016.   Magalhães também acumulará o cargo de CEO do Americas Serviços Médicos, braço hospitalar do grupo,  de acordo com nota oficial divulgada
Serra gaúcha

Casa de Repouso Elisa Tramontina em Carlos Barbosa implanta serviço de reabilitação a idosos

A Casa de Repouso Elisa Tramontina (CRET) integrante do Tacchini Sistema de Saúde, está oferecendo à comunidade regional um serviço diferenciado na área de fisioterapia, tendo como público-alvo idosos que tiveram algum trauma ou passaram por procedimentos cirúrgicos e que precisam de reabilitação, principalmente na região do quadril e/ou joelho. O trabalho é realizado por uma equipe